quinta-feira, 31 de março de 2016

FUNDO BIBLIOGRÁFICO DE LINGUA PORTUGUESA PRETENDE COLOCAR UMA BIBLIOTECA EM CADA DISTRITO DE MOÇAMBIQUE

Fundo Biliográfico de Língua Portuguesa quer colocar uma biblioteca em cada distrito

Literatura

O Fundo bibliográf ico de Língua Portuguesa – organismo que tem por objectivo divulgar o livro e hábitos de leitura – tem vários projectos na manga, mas todos focados para os distritos. O pri­meiro objectivo desta institui­ção é apetrechar uma bibliote­ca em cada distrito e, inclusive, formar bibliotecários naqueles locais.
Dos 152 distritos, apenas 38 estão devidamente apetrecha­das. Nataniel Ngomane, presi­dente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa, diz que será difícil completar todos os distritos para depois concen­trar-se nas escolas. Portanto, está em curso um projecto pa­ralelo, que é das bibliotecas es­colares. No primeiro momento, a ideia é apetrechar uma escola em cada zona de influência pe­dagógica, para que seja uma es­pécie de escola-mãe (a nível de biblioteca) em relação às escolas que estão a sua volta. A Escola Primária Unidade 10, no bairro de Chamanculo, é a primeira a ser apetrechada na cidade de Maputo. No segundo momento, “vamos ver que escola pode es­tabelecer uma rede com esta”, acrescenta Ngomane.
A outra escola que já está no circuito é a Secundária Graça Machel, situada em Massingir. Além de colocar uma biblioteca entanto que tal, haverá aquilo que Ngomane chama de biblio­teca-caixa. Esta escola terá uma determinada actividade com uma caixa contendo cerca de 100 livros durante o primeiro trimestre. No segundo trimes­tre a caixa viaja para uma escola próxima e assim o projecto cor­re por mais escolas.
Leia mais na edição impressa do «Jornal O País»"
FONTE: JORNAL O PAIS DE MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário