quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

PRESIDENTE DA REPUBLICA DE MOÇAMBIQUE FILIPE JACINTO NYUSI INAUGURA FÁBRICA DE CIMENTO NA MATOLA TENDO EM VISTA IR AO ENCONTRO DA PROCURA NO MERCADO NACIONAL.

PR de Moçambique inaugura fábrica de cimento com vista à autossuficiência

Maputo - O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, inaugurou quarta-feira uma nova fábrica de cimento na Matola, subúrbios de Maputo, no valor de 50 milhões de dólares (40,5 milhões de euros), investimento do grupo turco Limak Cement. 
"É nossa expectativa que este empreendimento contribua para a estabilização de preços num cenário de elevados níveis de procura, face ao acelerado crescimento do ramo de construção", referiu Filipe Nyusi, citado pela Agência de Informação de Moçambique."



SUÉCIA ATRIBUI 35, 5 MILHÕES DE EUROS à UNIVERSIDADE DE MOÇAMBIQUE EDUARDO MONDLANE

   MOÇAMBIQUE

Suécia atribui 35,5 ME à Universidade Eduardo Mondlane em Moçambique

Maputo - A Suécia atribuiu um apoio de 355 milhões de coroas (35,5 milhões de euros) para formação de doutorados e desenvolvimento científico na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Moçambique, anunciou hoje a embaixada daquele país europeu.
A verba vai ser aplicada ao longo de cinco anos para "desenvolver novos programas locais de mestrado e de doutoramento na UEM e fortalecer os já existentes", anunciou a representação diplomática em comunicado."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE


BAD BANCO AFRICANO DE DESENVOLVIMENTO ENTREGA HOJE 28 MILHÕES DE DÓLARES A MOÇAMBIQUE PARA APOIAR PROJECTOS DE AGRICULTURA E INDÚSTRIA

Banco Africano de Desenvolvimento entrega hoje 28 milhões de dólares a Moçambique

Maputo - O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) entrega hoje 28 milhões de dólares (22,7 milhões de euros) a Moçambique para apoiar dois projetos, um para combater os efeitos da seca e outro para desenvolvimento da agricultura e indústria.
A formalização de entrega dos donativos vai decorrer em cerimónia a realizar no Ministério das Finanças, em Maputo."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE

sábado, 17 de fevereiro de 2018

HISTÓRIA QUE DARIA UM LIVRO, Autor Manuel Maria, lançamento em A COZINHA DO MARTINHO , Rua Cos Cabral 2598, Porto- AREOSA. 3 DE MARÇO, SÁBADO às 17h00m, SINTAM-SE CONVIDADOS.

  "Estimados amigos:

A Lugar da Palavra Editora e eu próprio temos a honra de vos convidar a assistir à apresentação do meu novo romance, História que daria um livro, a ter lugar no próximo dia 3 de março (sábado), pelas 17:00 horas, no restaurante A Cozinha do Martinho (Rua de Costa Cabral 2598, Porto – à Areosa), local particularmente privilegiado no espaço narrativo da obra.

Após a apresentação, a cargo da Dra. Isaura Afonseca, será servido um Porto de Honra.

Para celebrar o evento, A Cozinha do Martinho promove, à noite, um "JANTAR LITERÁRIO", em que recupera parte duma ementa que surge na obra.

A ementa será constituída por:
  • Pão da aldeia
  • Azeitonas em molho de orégãos
  • Bolinhos de bacalhau, pataniscas de bacalhau e ville-roy
  • Tábuas de enchidos
  • Rojões à minhota, com castanhas
  • Fruta laminada
  • Leite-creme queimado
  • Café
  • Águas com e sem gás, sumos e vinhos
Preço por pessoa: 20,00€
Quem estiver interessado em participar neste jantar, deverá fazer a sua inscrição, através do presente endereço de e-mail, até às 18:00 horas do próximo dia 28 (quarta-feira).

A contar com a vossa presença, mesmo que não possais ficar para o jantar, deixo-vos o meu abraço.
Manuel Maria

PS: Gostaria de entregar o convite, pessoalmente, a cada um de vós, mas, como compreendereis, atendendo ao contrarrelógio a que estou sujeito neste momento, é-me absolutamente impossível fazê-lo. Tal facto não significa que me mereçais menos apreço. Estou plenamente convencido da vossa compreensão.
-- 
______________________________________________________________________
FAROL DAS LETRAS, o seu farol para navegar pela Literatura Portuguesa:
www.faroldasletras.pt

Ao reenviar esta mensagem, apague, p.f., o endereço de origem.
______________________________________________________________________

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

ARMANDO INROGA NOVO PCA DA TVM TELEVISAO DE MOÇAMBIQUE, PARABENS!




Armando Inroga nomeado PCA da TVM

Armando Inroga nomeado PCA da TVM
Armando Inroga é o novo Presidente do Conselho de Administração da Televisão de Moçambique (TVM), em substituição de Jaime Cuambe. A informação foi avançada, esta tarde, pelo Conselho de Ministros.
Armando Inroga é formado em Economia. Foi ministro da Indústria e Comércio e também presidente da Associação Moçambicana de Economistas (AMECON)."
FONTE: TVM  TELEVISÃO DE MOÇAMBIQUE E O PAIS JORNAL DE MOÇAMBIQUE


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

BEIRA JOANESBURGO BEIRA , LAM INICIA TRÊS VOOS SEMANAIS

LAM incrementa ligações Beira – Joanesburgo e viceversa com a disponibilização de três voos semanais Beira (O Autarca) – Os cidadãos residentes na cidade da Beira com interesse de viajar à Africa do Sul tem a partir de agora a “vida” mais facilitada. A LAM – Linhas Áereas de Moçambique, a companhia de Bandeira Nacional, acaba de introduzir três voos semanais ligando a cidade moçambicana da Beira e a sul africana de Joanesburbo. Os voos são disponibilizados as segundas, quartas e sextas feiras nos dois sentidos, com pacote tarifário que parte de 20.225 meticais ida-e-volta. Razões comerciais e algumas O benefício decorrente do incremento das ligaçõe aéreas entre as cidades da Beira e Joanesburgo estende-se aos cidadãos residentes nas restantes províncias da região centro, que deixarão de deslocar-se à Maputo para viajar à Africa do Sul. É uma iniciativa que confere elogio a LAM e oxa-lá seja de longo prazo.■ (Redacção) vezes de procura de melhores cuidados de saúde tem levado muitos cidadãos residentes na cidade da Beira a deslocar-se à África do Sul. Na cidade da Beira existem muitas empresas de origem sul africana, o que motiva o incremento das relações."
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE.

INDIA VAI AJUDAR CAMPONESES DE MOÇAMBIQUE

   MOÇAMBIQUE

Índia disponível para ajudar camponeses moçambicanos

Maputo - A Índia vai aumentar a capacidade de armazenamento de feijão bóer para garantir o cumprimento de um acordo que tem com Moçambique sobre a importação do produto, anunciou segunda-feira o ministro de Estado das Relações Exteriores daquele país asiático.
"O Governo está a fazer um esforço para aumentar a capacidade de armazenamento para que se possa comprar aquilo que existe no mercado e garantir alguma estabilidade", disse Vijay Kumar Singh."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE.