segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

MOÇAMBIQUE PIB CRESCE 7,4% NO 3º TRIMESTRE DE 2014

"PIB Moçambique: Crescimento em 7,4% no 3º trimestre
  •                                                                                                                                                 

O Produto Interno Bruto (PIB) apresentou no terceiro trimestre de 2014 uma variação positiva na ordem de 7,4 por cento. No segundo trimestre do ano em curso, o PIB, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), foi revisto em alta em 0,4 pontos percentuais, passando de 6,9 para 7,3 por cento, o que representa uma aceleração da economia no 3/o trimestre na ordem de 0,1 ponto percentual.
A mesma fonte refere que o desempenho da actividade económica no terceiro trimestre de 2014 é atribuído, em primeiro lugar, ao sector secundário que cresceu 10,8 por cento com maior destaque para o ramo da indústria transformadora com um crescimento de 14,8 por cento.
O sector terciário ocupa a segunda posição com um crescimento de 8,3 por cento, ditado pelo ramo do comércio e serviços de reparação, que teve uma variação positiva de 7,5 por cento.
No mesmo sector, o ramo que menos cresceu foi o dos transportes, armazenagem, informação e comunicações, com 3,1 por cento. O sector primário também teve uma realização positiva (6,6 por cento) mercê do ramo da indústria de extracção mineira (11,5 por cento).
O INE revelou, através de informação divulgada sexta-feira, que a agricultura, pecuária, caça, silvicultura, actividades relacionadas e pesca, foram os ramos com maior participação na economia com um peso no PIB de 25,2 por cento, seguido do ramo da indústria transformadora com 11,4 por cento.
A terceira posição é ocupada pelo ramo do comércio e serviços de reparação com um peso de 9,7 por cento, seguindo-se o ramo dos transportes, armazenagem, informação e comunicações com 8,7 por cento e o de aluguer de imóveis e serviços prestados às empresas com 6,8 por cento. Os restantes ramos de actividade tiveram um peso conjunto de 38,1 por cento.
(RM/AIM)"
FONTE: RÁDIO MOÇAMBIQUE

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

LAM LINHAS AÉREAS DE MOÇAMBIQUE LANÇA NOVA OFERTA DE SERVIÇOS: VOOS NOCTURNOS ENTRE CIDADES CAPITAIS DE PROVINCIA COM PREÇOS MAIS BAIXOS

A LAM - Linhas Aéreas de Moçambique, SA. apresentou ontem ao mercado um novo produto designado Letzgô, cuja operacionalização inicia na próxima segunda-feira, dia 22 de Dezembro.
O administrador para a área comercial da LAM, Carlos Fumo, disse tratar-se de voos nocturnos que, numa primeira fase, servirão as cidades de Maputo, Beira, Nampula, Tete e Quelimane.
Assim, no âmbito deste novo produto, está previsto para segunda-feira, dia 22, o voo no percurso Maputo-Nampula-Quelimane-Maputo, seguido de outro voo na terça-feira, dia 23, no percurso Maputo-Tete-Beira-Maputo.
Após a festa do Dia da Família, segundo a fonte, o Letzgô retomará a sua operação no dia 27, sábado, com o voo na rota Maputo-Quelimane-Nampula-Maputo e outros na rota Maputo-Beira-Tete-Maputo, no mesmo dia. Já na segunda-feira seguinte, dia 29 de Dezembro corrente, o Letzgô fará o voo ligando Maputo-Quelimane-Maputo e terminará o ano com a operação na terça-feira, dia 30, na rota Maputo-Tete-Beira-Maputo.
“O Letzgô continuará com a operação no próximo ano e oportunamente divulgar-se-á o horário dos respectivos voos. O Letzgô enquadra-se no plano estratégico da LAM, visando tornar o transporte aéreo mais acessível, proporcionando ao mercado preços cada vez mais baixos. Por outro lado, a introdução deste novo produto reflecte o comprometimento da LAM com a sua causa nacional, aproximando mais os moçambicanos, através de encurtamento de distâncias”, disse Carlos Fumo.
Entretanto, num comunicado de imprensa a que tivemos acesso, a LAM afirma que vai aumentar no próximo sábado, dia 20, o número de voos da rota Maputo-NacalaMaputo, passando, por conseguinte, a haver cinco voos por semana. Os novos voos serão realizados às quintas-feiras e sábados, juntando-se assim aos outros três que são realizados às segundas, quartas e sextas-feiras.
“Incrementámos o número de voos para Nacala como forma de estimular o tráfego neste novo destino, cujo fluxo de passageiros tem tido progressos assinaláveis, desde o início da operação.
Faremos outros aumentos progressivos do número de voos em função do crescimento de tráfego que a rota for registando”, refere o administrador comercial da LAM, Carlos Fumo, citado no referido comunicado."
FONTE: JORNAL NOTICIAS DE MOÇAMBIQUE.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

INDRA GRUPO EMPRESARIAL ESPANHOL COLABORA NO PROGRAMA MOÇAMBIQUE TECNOLÓGICO

"Grupo espanhol colabora no programa Moçambique Tecnológico

  •                                                                                                                                                    
O grupo espanhol Indra vai colaborar na dinamização do programa “Moçambique Tecnológico” e proporcionar estágios profissionais visando contribuir pata a formação de quadros, ao abrigo de um acordo assinado com o Ministério da Ciência e Tecnologia de Moçambique.
O acordo irá promover a participação de novos licenciados de cursos tecnológicos em Moçambique, em programas de estágios profissionais na Indra, com especial interesse em programas e projectos de investigação desenvolvimento e inovação, informou o grupo em comunicado divulgado na sua página electrónica.
Está prevista a colaboração da Indra na dinamização do programa “Moçambique Tecnológico”, através do qual o Ministério de Ciência e Tecnologia pretende melhorar as qualificações e competências técnicas e tecnológicas dos jovens moçambicanos, para facilitar a sua incorporação ao mercado laboral.
O grupo espanhol trabalha actualmente em Moçambique na execução de uma plataforma electrónica para a gestão da distribuição e comercialização de electricidade para a estatal Electricidade de Moçambique.
A Indra é um dos mais importantes grupos mundiais de consultoria e tecnologia, líder na Europa e na América Latina e estando a expandir-se para diversas economias emergentes, contabiliza vendas de 3 mil milhões de euros, tem 43 mil trabalhadores e está presente em 138 países.
(RM/Macauhub)"
FONTE: RÁDIO MOÇAMBIQUE.

SIM EMBAIXADORA DE MOÇAMBIQUE EM PORTUGAL FERNANDA LICHALE VISITOU O STAND SOLIDÁRIO DA SIM EM CASCAIS



/www.ongsim.org
 
 
NOTA DE IMPRENSA
Venda solidária da ONG SIM em Cascais
 
Cascais, 17 de Dezembro de 2014 — A Embaixadora de Moçambique em Portugal,

dra. Fernanda Lichale, visitou hoje o stand solidário de vendas de Natal da ONG

SIM - Solidariedade Internacional a Moçambique, que está instalado em Cascais na

Praça do Município. Foi recebida pelo Presidente da Câmara Municipal de Cascais,

dr. Carlos Carreiras, e pela Presidente da Direcção da SIM, Carmo Jardim,

acompanhada de outros membros dos seus órgãos sociais e de alguns dos

voluntários que têm participado em missões desta ONG.
 
 
A SIM tem por missão trabalhar junto de comunidades necessitadas, nomeadamente na

província de Inhambane — na Zona Norte da Ilha do Bazaruto, em Vilankulo e no Inhassoro —

contribuindo para a criação de infra-estruturas básicas que ajudem na melhoria das condições

de saúde e de educação dos membros dessas comunidades e para a sustentabilidade do

ecossistema em que vivem e trabalham. Através de projectos concretos e sustentáveis,

dimensionados em função dos recursos acessíveis, em parceria com actores locais, pretende-se

estimular a acção educativa, dinamizar a assistência sanitária e intervir activamente na criação de

uma consciência ambiental.

Durante esta visita, a diplomata moçambicana referiu a importância do trabalho das ONG para o

processo de desenvolvimento do seu país e incentivou a SIM a prosseguir as suas iniciativas na

Província de Inhambane. «A SIM dá um bom exemplo do que é o trabalho de uma organização

solidária numa das áreas mais importantes para nós: a infância e juventude. Eles são o futuro de

Moçambique». O Presidente da Câmara Municipal de Cascais destacou que o seu município «está

a comemorar 650 anos de existência e que as relações de solidariedade e amizade dentro do

espaço lusófono são para Cascais da maior importância». A Presidente da ONG SIM agradeceu a

visita da dra. Fernanda Lichale e do dr. Carlos Carreiras, destacando que este é o tipo de

actividade que vive, sobretudo, da generosidade e da dedicação de amigos e voluntários: «O

apoio da Câmara Municipal de Cascais e a visita da senhora Embaixadora de Moçambique são

dois gestos muito importantes de reconhecimento do trabalho que vimos realizando.»
 
A Associação SIM - Solidariedade Internacional a Moçambique está reconhecida como



Organização Não Governamental para o Desenvolvimento pelo Governo português. Em

Moçambique, a SIM tem a sua actividade como ONG reconhecida por despacho do Ministro dos

Negócios Estrangeiros e Cooperação. A SIM é um agente de cooperação activo e contribui para o

estreitamento das relações de Portugal com Moçambique, ajudando com actos concretos no

terreno populações muito necessitadas.
 
Para mais informações contactem:

Carmo Jardim | Presidente da Direcção
 
 

NACALA - PORTO COM MAIS VOOS A PARTIR DE MAPUTO, FACE Á GRANDE PROCURA DA CLIENTELA

"LAM aumenta para 5 voos semanais entre Maputo e Nacala
  •                                                                                                                                                     

As Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) anunciaram o reforço do número de voos para a rota Maputo-Nacala, aumentando para cinco o número de voos semanais para aquela cidade do norte do país, cinco dias após a entrada em funcionamento do aeroporto internacional de Nacala.
Citado pela agência Lusa, Carlos Fumo, administrador comercial da companhia aérea, afirmou que “incrementamos o número de voos para Nacala, como forma de estimular o tráfego neste novo destino, cujo fluxo de passageiros tem tido progressos assinaláveis, desde o início da operação.”
No mesmo documento, a companhia refere que as ligações para este destino poderão ser aumentadas à medida do crescimento de tráfego que a rota for registando."
FONTE: RADIO MOÇAMBIQUE.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

CABO VERDE BAD BANCO AFRICANO DE DESENVOLVIMENTO ASSINA ACORDO COM GOVERNO DE CABO VERDE DE 3,5 MILHÕES DE DÓLARES

"ECONOMIA

A SEMANA :

Governo assina três acordos donativos com BAD 17 Dezembro 2014

O Governo, através da Ministra das Finanças e do Planeamento, Cristina Duarte, assinou esta terça-feira, 16, três acordos de donativo com o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), parceiro de referência para o desenvolvimento de Cabo Verde, no valor de 3,5 milhões de dólares. A assinatura desses acordos aconteceu no quadro de uma missão de diálogo de quatro dias do representante Regional do BAD, Lamine N´Dongo, ao nosso país.

Governo assina três acordos donativos com BAD
Estes acordos vão permitir ao Governo investir nos projectos de apoio ao recenseamento geral da Agricultura (1.199.938 USD), na promoção da eficiência económica e Investimento (1.161.686USD), e no Inquérito sobre as Despesas e Receitas das Famílias e Elaboração do Perfil da Pobreza que será realizado pela Instituto Nacional de Estatísticas (1.165.675USD).
Lamine N´Dongo veio ao nosso país para avaliar, junto com o Governo, as modalidades de assistência para as pessoas afectadas pela erupção vulcânica, discutir o a implementação do Documento de Estratégia País (DSP 2014 -2018) e recolher dados estatísticos e informações necessárias para o Relatório sobre Perspectivas Económicas em África."
FONTE: JORNAL A SEMANA DE CABO VERDE.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

AMIZADES SAUDÁVEIS NO TRABALHO, COMO MANTER?!?! VEJA www.dinheirovivo.pt

Apesar de ser produtivo cultivar amizades com os colegas mantenha o profissionalismo quando lidar com questões de trabalho

Como manter amizades saudáveis no trabalho

03/12/2014 | 11:10 |  Dinheiro Vivo
Estas dicas, organizadas pela Fast Company, vêm de empresários e gestores de sucesso que sabem o quão difícil é organizar uma equipa e manter relações saudáveis dentro do escritório. Seja você mesmo
A dica é mostrar a sua verdadeira personalidade desde o momento da entrevista. Quando já estiver instalado, decore o seu ambiente de trabalho com toques pessoas (fotografias, livros) que reflitam os seus gostos.
Passe tempo com os colegas
Não só dentro do escritório mas também para em atividades fora do trabalho. Sobretudo se partilham gostos e interesses em comum, convide-os ocasionalmente para o acompanhar a algum lado.
Tenha a mente aberta
Se chegou a uma empresa onde um amigo próximo já trabalha, não se deixe influenciar pelas opiniões que ele próprio tem. Para além disso, esforce-se para se aproximar também dos outros colegas de trabalho.
Mantenha o profissionalismo
Mesmo que tenha desenvolvido relações de amizade com os seus colegas de trabalho, não deixe que a amizade se misture com o trabalho. Se acha que não consegue ser imparcial a julgar um colega de trabalho por ele ser seu amigo não o faça, ou trabalhe para ultrapassar esse entrave.
Se chegou a uma empresa onde um amigo próximo já trabalha, não se deixe influenciar pelas opiniões que ele próprio tem."
FONTE: www.dinheirovivo.PT