domingo, 19 de agosto de 2018

BEIRA 20 DE AGOSTO, SEGUNDA FEIRA DIA DA CIDADE 111º ANIVERSARIO, 21 DE AGOSTO TERÇA-FEIRA QUELIMANE DIA DA CIDADE 76º ANIVERSÁRIO, NAMPULA DIA DA CIDADE 62 º ANIVERSÁRIO , 22 DE AGOSTO, QUARTA - FEIRA , TRÊS CIDADES CAPITAIS DA ZONA CENTRO NORTE DE MOÇAMBIQUE COM TOLERÂNCIA DE PONTO NA MESMA SEMANA

"Beira Celebra 111º Aniversário de Elevação à Cidade Beira (O Autarca) – A cidade da Beira celebra na próxima segundafeira, 20 de Agosto, 111 anos desde da sua elevação a presente categoria. ca, a cidade da Beira é o segundo maior e mais importante centro urbano e económico do país, depois de Maputo, a capital moçambicana. O Porto oceânico da Beira, que serve fundamentalmente o Interland, é o principal atractivo económico da cidade da Beira. A urbe está a recuperar a sua posição económica no contexto nacional, mercê de uma série de investimentos a todos os níveis que tem estado a desenvolver. O parque imobiliário está a revelar um crescimento assinalável com a construção de muitos edifícios para fins habitacionais e comerciais. Estão de parabéns os munícipes da cidade da Beira e “O Autarca” deseja “Boas Festas” alusivas ao Dia 20 de Agosto.■ (Redacção) Localizada na província de Sofala, centro do país, numa região economicamente estratégica para os países do interland na região austral de ÁfriQuelimane e Nampula também em festa Beira (O Autarca) – Além da cidade da Beira, celebram na mesma semana aniversários relativos a elevação de categoria de cidade os municípios de Quelimane (76 anos, na próxima terça-feira, 21 de Agosto) e de Nampula (62 anos, na próxima quarta-feira, 22 de Agosto). Nampula, a capital da província com o mesmo nome, na região norte de Moçambique, é a terceira maior e mais importante cidade do país, com forte potencial económico impulsionado pelo Corredor e Porto de Nacala. E a cidade de Quelimane, a capital da província da Zambézia, na região centro do país, com maior efectivo populacional, é a quarta maior e mais importante de Moçambique, beneficiando, igualmente, de um porto marítimo. Aos citadinos de Nampula e Quelimane O Autarca deseja Boas Festas.■ (Redacção)"
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

ALBERTO MONDLANE INICIA FUNÇÕES COMO GOVERNADOR DA PROVINCIA DE SOFALA, CERIMONIA PUBLICA NO LARGO DOS CFM AMANHA QUINTA-FEIRA 16 AGOSTO, PARABENS

"Alberto Mondlane inicia amanhã governação a Sofala Beira (O Autarca) – Está prevista para a manhã de manhã, quintafeira (16), na cidade da Beira, a cerimónia solene de transmissão de poderes da antiga Governadora da Província de Sofala, Maria Helena Taipo, ao recém nomeado Alberto Ricardo Mondlane. Será uma cerimónia pública a ter lugar no Largo dos Caminhos de Ferro de Moçambique, a partir das 09h00, para qual o Governo da Província de Sofala convida a participação da população local. O acto marcará o início da governação de Alberto Mondlane a província de Sofala. Alberto Mondlane foi nomeado Governador da Província de Sofala no dia 08 de Agosto corrente em substituição de Maria Helena Taipo exonerada do cargo no dia 25 de Julho último. Desde o dia 27 de Julho a esta parte as actividades do Governo de Sofala vêem sendo coordenadas pela actual Vice-Ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo. Maria Helena Taipo havia sido nomeada Governadora de Sofala a 19 de Janeiro de 2015, coincidindo com o início do actual mandato governativo do Presidente Filipe Nyusi de cinco anos.■ (Redacção)"
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE

CHIVEVE, BEIRA, SOFALA MOÇAMBIQUE , UM RESTAURANTE NOVO DE COMIDA MOÇAMBICANA EM LISBOA, NA VRUA FILIPE FOLQUE, A NÃO PERDER, PARABENS AMIGOS EDNER E SHEILA, FAMILIA ABREU HONRA TERRA DE ONDE PARTIU CAMOES, OS SEUS ANTEPASSADOS ABREUS AJUDARAM CAMOES EM MOÇAMBIQUE NOS ANOS IDOS DE 1576????

"Chiveve na rota de internacionalização a partir de Lisboa Beira (O Autarca) – Chiveve já não é apenas o nome do rio que serpenteia a cidade da Beira e que nos últimos anos, graças ao interesse firme da edilidade local, tem beneficiado de importantes projectos. Recentemente foram desenvolvidas obras de grande impacto ambiental para devolver a sua função natural ecológica para tornar a urbe, que também é apelidade por “Chiveve”, mais resiliente às mudanças climáticas. Mas a iniciativa da elididade não parou por aí. Sobre o Chiveve e suas margens, foi lançado ontem um ambicioso projecto de implanttação do parque de infra-estruturas urbanas verdes, que prevê combinar a sua função ecológica a oportunidade de criação de novos espaços de laser e atracção turística da cidade da Beira, ocupando uma área de 470 mil metros quadrados, onde será construído um jardim botânico a mistura com várias infra-estruturas sociais e culturais, com destaque para pelo menos seis edifícios imponentes para acomodar serviços de restauração, comércio e recreacção, estando igualmente prevista a implantação de mercado, campos desportivos e anfiteatro. O parque de infra-estruturas urbanas verdes da cidade da Beira já carrega o selo de maior de toda África, devendo proporcionar diversas vantagens sócio-culturais e económicas, tornando a urbe portuária mais competitiva no ranking do turismo e comécrcio regional. Sobre a internacionalização do Chiveve a partir de Lisboa Afinal, o trabalho que o Município da Beira está a promover para agregar novas mais valias ao Chiveve, tornando-o numa área potencialmente turística com sustentabilidade própria, já está a ter réplica além fronteiras. Enquanto decorria ontem na Beira a cerimónia de lançamento da primeira pedra para simbolizar o arranque da segunda fase das obras de beneficiação do Chiveve, no mesmo dia acontecia em Lisboa, capital portuguesa, a abertura do primeiro restaurante no mundo fora do Chiveve ostentando o nome de Chiveve. Segundo os promotores da iniciativa, trata-se de um período experimental (soft-opening). O sítio está localizado na Rua Filipe Folque 19A, Lisboa. Edner Divan Abreu, cidadão beirense residente em Lisboa, e a esposa Sheila Abreu são é o rosto principal do “Chiveve” em Lisboa. “Sou natural da Beira e um dos sócios do Chiveve em Lisboa” – priEREIRO DE 2017 assumir-se também um ponto de encontro obrigatório de beirenses em Lisboa e em outras partes do mundo, e sobretudo os que saem da Beira com destino a Portugal. Acredita-se que seja apenas o início da rota de internacionalização do Chiveve, pois o Chiveve já em si é uma marca que ostenta enorme potencial para ser rotulado a diversificadas iniciativas, seja na Europa, Ásia, América, África, Moçambique e especialmente na Beira. Sobre o próprio Rio Chiveve O Rio Chiveve é uma espécie de coração e pulmão da cidade da Beira que se localiza no seu centro. A história do surgimento da cidade da Beira e do desenvolvimento sócio-económico da urbe está ligada ao Rio Chiveve. A actual cidade da Beira foi uma povoação fundada pelos portugueses em 1887, numa área conhecida pelo nome de Aruângua, e logo suplantou Sofala como principal porto no território da actual província de Sofala. Originalmente chamada Chiveve, o nome do rio local, foi rebaptizada para homenagear o Príncipe da Beira. O Rio Chiveve é cortejado por vários quilómetros de valas de drenagem que escoam as águas residuais, quando a maré baixa, e acolhem a água oceânica quando o mar fica bravo. Trata-se de um sistema que, a funcionar em pleno, permite a sã convivência entre o mar e a cidade. Portanto, sem o Rio Chiveve a cidade da Beira tornava-se hiper-vulnerável a sua própria protecção.■ (Falume Chabane) O beirtense Edner Divan Abreu e a esposa Sheila Abreu, a Chef da cozinha do Chiveve em Lisboa meira reacção de Edner Divan Abreu na interação com a reportagem do Jornal O Autarca. Na ocasião já ficamos a saber que a especialidade da casa é comida típica moçambicana e também a portuguesa. “Temos os nossos mariscos e a nossa cerveja também cá presente no restaurante”. Edner Divan Abreu explicounos que a idéia partiu da vontade de recriar um negócio antigo na área da restauração que a família teve em tempo na cidade na Beira. E mais: “Porque a minha mulher é muito boa cozinheira, decidimos abrir um restaurante e dar a conhecer as pessoas um pouco mais do Chiveve” – acrescentou. Edner acredita que neste mês de Agosto, com muita gente de férias, será oportuno para testar o conceito, apurar a maravilhosa cozinha de raiz moçambicana e portuguesa sob cuidados da Chef Sheila Abreu e criar as bases para uma história de sucesso a partir de Setembro. “Nesta fase, pedimos aos clientes que nos queiram pôr à prova, que nos ajudem a levar de vencida este desafio. Bom proveito, o Restaurante Chiveve já chegou”! Assim, Chiveve deixa de ser apenas o nome do rio que serpenteia a cidade da Beira. E mais: mais pessoas fora de África já tem o privilégio de degostar a gastronomia típica do Chiveve e ter mais conhecimento sobre a história deste importante rio que contribui para a sustentabilidade ambiental da cidade da Beira. O Chiveve de Lisboa passa a"
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE

terça-feira, 14 de agosto de 2018

PORTUGAL CRESCIMENTO DO PIB ACELEROU NO SEGUNDO TRIMESTRE 2,3%, EM TERMOS HOMÓLOGOS O ANO PASSADO 0,5%

"

Crescimento do PIB acelerou no segundo trimestre

Houve uma variação de 2,3% em termos homólogos e de 0,5% em cadeia, segundo o INE
Foto
DANIEL ROCHA
A economia portuguesa teve um crescimento de 0,5% em cadeia e de 2,3% em termos homólogos, o que revela uma ligeira aceleração face aos dados dos primeiros três meses do ano (em que houve um crescimento do PIB de 0,4% e 2,1%, respectivamente), de acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
Na sua estimativa rápida, o INE afirma que, na comparação com o segundo trimestre do ano passado, houve um contributo mais positivo da procura interna "em resultado da aceleração do consumo privado". Já o investimento teve "um crescimento menos acentuado, determinado em larga medida pela diminuição da Formação Bruta de Capital Fixo" em material de transporte, que tinha tido um bom comportamento entre Abril e Junho de 2017. Em termos da procura externa líquida "apresentou um contributo negativo idêntico ao observado no trimestre anterior".
O Governo estima que a economia cresça 2,3% este ano, de acordo com o Programa de Estabilidade apresentado em Abril.

FONTE: JORNAL PUBLICO DE PORTUGAL.

OAM ORDEM DOS ADVOGADOS DE MOÇAMBIQUE ANFITRIÃ DA 19ª CONFERÊNCIA ANUAL DA SADC LAWYES

"Flávio Menete, Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique (OAM) Maputo (O Autarca) – A Ordem dos Advogados de Moçambique (OAM) será hospedeira da 19ª Conferência Anual da SADC Lawyes Association, evento a decorrer em Maputo entre os dias 16 e 17 de Agosto corrente. A realização da conferência, que decorrerá sob o lema “Promovendo políticas legais e inclusivas para o desenvolvimento sócio-económico e sustentável na SADC”, foi publicamente anunciada na manhã desta segunda-feira, em Maputo, numa conferência de imprensa organizada pela Ordem dos Advogados de Moçambique, que promove o evento em parceria com a Associação de Advogados da SADC (SADCLA). Trata-se de um evento que contará com a participação de advogados e representantes de escritórios de advocacia de 15 países membros da SADC, nomeadamente África do Sul, Angola, Botswana, República Democrática do Congo, Lesotho, Malawi, Madagáscar, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seychelles, Swazilândia, Tanzânia, Zâambia e Zimbabwe. Segundo a Ordem dos Advogados de Moçambique, a 19ª Confe
OAM hospeda 19ª Conferência Anual da SADC Lawyes Association rência Anual da SADC Lawyes Association servirá também de plataforma para os profisionais da área reflectirem sobre as conquistas e desafios que afectam a advocacia e os beneficiários dos serviços jurídicos nos países membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). A anterior conferência annual (18ª) decorreu em Agosto do ano passado, em Gabertone.■ (Vera Patrícia)"
FONTE: O AUTARCA JORNAL DE MOÇAMBIQUE

sábado, 11 de agosto de 2018

ISCTAC COMEMORA O SEU 10 º ANIVERSÁRIO, PARABENS À PRESTIGIADA INSTITUIÇÃO UNIVERSITÁRIA DA BEIRA, PARABENS AO SEU MAGNIFIFICO REITOR MUBARAK.

"ISCTAC celebra 10º Aniversário promovendo a formação do capital humano em Moçambique Beira (O Autarca) – Sob o lema “ISCTAC, 10 Anos na Formação do Capital Humano em Moçambique” – O Instituto Superior de Ciência e Tecnologia Alberto Chipande – com sede na cidade da Beira, celebra no próximo domingo (12) o 10º aniversário da sua criação. Por a data ter coincidido no domingo, as celebrações foram antecipadas para amanhã, sábado (11), estando previstas diversas actividades comemorativas ao longo do dia, com destaque para um ciclo de palestras e uma marcha que partirá da Praça da Independência, na Ponta-Gêa, à Praça dos Professores, na Rotunda de Chipangara. Está prevista uma comunicação a ser proferida pelo Vice-Reitor PhD Júlio Chibemo, abordando o historial da instituição, seguindose a realização do ciclo de debates e comunicações (mesas redondas), envolvendo diversas personalidades do mundo acadêmico, onde serão partilhadas informações sobre experiências de pesquisa e extensão do ISCTAC; Laboratórios e Investigação Criminal: Actuais desafios e perspectivas; O neo-liberalismo na formação de quadros superiores em Moçambique; Perspectivas éticas da formação de quadros superiores em Moçambique; e o contributo do ISCTAC na formação do capital humano em Moçambique: Experiências e Visões.■ (Chabane Falume)"
FONTE: O AUTARCA, JORNAL DE MOÇAMBIQUE