domingo, 31 de julho de 2016

NELSON FREITAS MÚSICO DE CABO VERDE EM MAPUTO NO MAXAQUENE A 5 DE AGOSTO E NA CIDADE DA BEIRA

O campo do Maxaquene, em Maputo e a cidade da Beira, são os  locais escolhidos  para o concerto de lançamento do mais recente disco do músico cabo-verdiano, Nelson Freitas.
Com o título Four, o álbum comporta doze faixas musicais com a base rítmica Kizomba.
Para o concerto de Maputo, no dia 5 de Agosto, Nelson Freitas vai partilhar o palco com os Ghorwane, Matias Damásio, Bruna Tatiana,, Mr. Bow, Anita Macuácua, humorista Calado Show, Jay Oliver, Liloca e Twenty Finger.
Na cidade da Beira, vão cantar para além do Nelson Freitas, os Djaakas, Matias Damásio, Jay Oliver, Calado Show, Fidel Mazembe, Bruna Tatiana, Dj Lex P, Twenty Finger.
Beautiful Lie, Miúda LindaSó Mas Um Vez,Break of Dawn (feat. Richie Campbell), Nha Baby (feat. Mayra Andrade), My Heart, That’s Why I Love You (feat. Loony Johnson),In My Feelings (feat. Mikkel Solnado), Um Cre Amabo, Ride or Die, This Love, Miúda Linda (Remix),são os títulos das músicas do disco Four. Os dois concertos em Maputo e Beira são organizados e produzidos pela Big Brother Entretenimento."
FONTE: JORNAL DOMINGO DE MOÇAMBIQUE

INHAMBANE JÁ SELECIONOU INICIATIVAS CULTURAIS QUE LEVA AO IX FESTIVAL DA CULTURA DE SOFALA: DANÇA TRADICIONAL, MÚSICA LIGEIRA, TEATRO, GASTRONOMIA, ARTES PLÁSTICAS, POESIA, ILUMINISMO E MODA

Os  artistas seleccionados para representar a província  de Inhambane na fase final da nona edição do Festival Nacional da Cultura, a decorrer na cidade da Beira, estão a preparar-se para fazerem uma exibição brilhante.
São setenta e cinco artistas que representam oito expressões culturais. Unânimes, eles afirmam que vão para a província de Sofala “com a missão de dignificar a província de Inhambane com uma boa apresentação das suas manifestações”.
Dança tradicional, Música ligeira, Teatro, Gastronomia, Artes plásticas, Poesia, Iluminismo e Moda, são as expressões seleccionadas na fase provincial e que irão representar Inhambane na final do  festival Nacional da Cultura.
Nos próximos dias, os artistas apurados vão iniciar ensaios conjuntos na capital provincial para fazerem os últimos retoques e conhecerem-se melhor.
Fernando Mamerito, da Direcção Provincial da Cultura e Turismo em Inhambane, disse estarem criadas condições para acolher os artistas durante os quinze dias estipulados para os ensaios conjuntos, antes de partir para Sofala.
“Durante  os ensaios, serão proferidas palestras sobre a necessidade de os artistas se prevenirem de doenças e fazer do Festival Nacional da Cultura, momento de convívio, reforço da Unidade Nacional e criação de amizades”, afirmou Fernando Mamerito.
Vamos dignificar Inhambane com disciplina e melhores actuações. Náo iremos defraudar as expectativas sobre o que de nós se espera”, disse Eugénio Banze, artista plástico do distrito de Morrumbene."
FONTE: JORNAL DOMINGO DE MOÇAMBIQUE.

SAMORA MACHEL, MUSEU SAMORA MACHEL BOTSWANA PRESTA ASSIM HOMENAGEM AO ESTADISTA MOÇAMBICANO ERGUENDO UM MUSEU COM O SEU NOME

Reconhecer os feitos de Samora Moisés Machel, assim como a fraternidade existente entre os países da região austral é um dos propósitos da pretensão de criar o Museu Samora Machel, em Botsuana.
Os dois governos, Moçambique e Botsuana, desejando eternizar o esforço empreendido por nacionalistas moçambicanos, como Samora Machel, na Luta de Libertação Nacional, têm em curso o projecto de criação do Museu Samora Machel, em Lobatse, na República do Botsuana.
O Museu será estabelecido na antiga residência da família Kgaboesile, em reconhecimento do papel desempenhado por aquela família e pelo povo do Botsuana no processo de Luta de Libertação de Moçambique. Como se pode recordar, a família Kgaboesile acolheu, em 1963, o Presidente Samora Machel, quando se deslocava à Tanzânia.
“A criação do Museu Samora Machel na república do Botsuana demonstra o reconhecimento no âmbito da cooperação entre os dois países, mas também entre os países da África Austral, em geral, nas diferentes frentes passadas para a nossa luta de libertação e os actuais desafios para o progresso sócio-económico dos nossos países”, afirmou Domingos Artur do Rosário, Secretário Permanente do Ministério da Cultura e Turismo, durante o seminário para apreciação e discussão sobre o projecto.
Por forma a colher contribuições sobre o Pensamento, Vida e Obra de Samora Machel, com o intuito de enriquecer os conteúdos do Museu, os dois Governos realizaram, em Maputo, o Seminário sobre o Projecto do Museu Samora Machel, que contou com a participação de representantes políticos dos dois países e de diversas personalidades nacionais."
FONTE: JORNAL DOMINGO DE MOÇAMBIQUE

sábado, 30 de julho de 2016

MARIA HELENA TAIPO GOVERNADORA DA PROVINCIA DE SOFALA, MOÇAMBIQUE: DIRIGE CERIMÓNIA DE GRADUAÇÃO DOS TÉCNICOS DE SAÚDE, FICOU O DESAFIO: ATENDER A TODOS OS PACIENTES SEM DESCRIMINAÇÃO

GRADUADOS EM SOFALA 156 TÉCNICOS DE SAÚDE

Classifique este item
(0 votos)
Graduados em Sofala 156 técnicos de Saúde
Em Sofala cento e cinquenta e seis novos técnicos de saúde formados em várias áreas, foram graduados, esta sexta-feira na cidade da Beira.
São técnicos de medicina preventiva e saneamento do meio, medicina geral, laboratório, farmácia e enfermagem geral, formados pelo Instituto de ciências de saúde, da Beira.
A cerimónia de graduação dos técnicos de saúde foi dirigida pela governadora, Maria Helena Taipo, que no seu discurso, desafiou os graduados a atender a todos os pacientes sem descriminação.
” O nosso profissional da saúde deve ser também respeitado, admirado e acarinhado pela população como resultado do seu bom exemplo, conduta social e de bom profissionalismo no atendimento do cidadão. O exercício da vossa missão assenta essencialmente no melhor servir a população e nunca na tomada de atitudes que atentam a ética e deontologia profissional”, frisou a governadora Maria Helena Taipo. (RM Sofala"
FONTE: RÁDIO MOÇAMBIQUE.

LENNA BAHULE MOÇAMBICANA LANÇA PRIMEIRO DISCO

Moçambicana Lenna Bahule lança primeiro disco no Brasil

julho 29, 2016
  • Amâncio Miguel

Lenna Bahule
Lenna Bahule
´“A música é primordial, unificadora, porque não tem barreiras,” diz a cantora. ”
O primeiro disco de Lena Bahule é Nômade. Colocado esta semana em formato digital, o álbum tem 12 canções.
Nômade é uma proposta acústica. Tem um cunho, de certo modo, autobiográfico, diz a cantora.
“Sinto-me artista nómada. Não me categorizo, porque as minhas influências são de vários lugares do mundo,” diz Lena.
Ela sublinha que “sendo primeiro álbum, Nômade acaba sendo um resumo da vida” na música.
Lenna Bahule é natural de Maputo, onde aos cinco anos começou a aprender a tocar piano, na Escola Nacional de Música. É filha de um DJ daquela cidade capital de Moçambique.
Durante oito anos, o piano foi seu instrumento principal, mas no início da carreira, em 2006, optou pela música vocal e corporal, “porque essa é a mais genuína, mais natural (…) comum a todos nós, e todo o mundo pode usar o seu corpo para fazer música”.
Antes da carreira a solo, Lenna foi corista de Stewart Sukuma. Fez parte do TP50, um colectivo moçambicano que se distingue na interpretação de clássicos brasileiros.
E num mundo que diz ter convulsões, Lenna acredita no poder das artes, da música, em particular, para partilhar mensagens positivas, por ela ser “primordial, unificadora” e não conhecer barreiras.
Nessa onda, ela procura com a sua música ajudar a erguer “um mundo mais harmónico, pacifico, em que as pessoas dialogam, cuidam-se” e preservam a terra, “porque não tem outro planeta para a gente morar”.
A partir de São Paulo, onde vive desde 2012, Lena conta parte do seu percurso musical. 

FONTE: VOA MOÇAMBIQUE, A VOZ DA AMÉRICAAcompanhe:

JOSÉ LUIS CARNEIRO: SECRETÁRIO DE ESTADO DAS COMUNIDADES DE PORTUGAL, SOBRE O PROTOCOLO ENTRE O ALTO COMISSARIADO PARA AS MIGRAÇÕES E A ASSOCIAÇÃO MULHER MIGRANTE, VAI LEVAR AS POLITICAS DA CIDADANIA E DA IGUALDADE DESENVOLVIDAS EM PORTUGAL AOS PORTUGUESES QUE SE ENCONTRAM NA DIÁSPORA

   PORTUGAL

Executivo promove igualdade de género nas Comunidades

Lisboa - O Governo português, o Alto Comissariado para as Migrações e a associação Mulher Migrante assinaram um protocolo de cooperação destinado a desenvolver o projeto "Igualdade nas Comunidades", disse à agência Lusa fonte oficial.
Segundo o secretário de Estado das Comunidades de Portugal, José Luís Carneiro, o protocolo vai levar as políticas da cidadania e da igualdade desenvolvidas em Portugal aos portugueses que se encontram na diáspora."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE

SAÚDE EM MOÇAMBIQUE: RÁCIO HABITANTES POR MÉDICO MELHOROU NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS

Rácio habitantes por médico melhorou nos últimos dois anos

Maputo - O rácio do número de habitantes por médico melhorou nos últimos dois anos em Moçambique, passando de 25 mil habitantes, em 2014, para os atuais 18 mil, indicou o Ministério da Saúde moçambicano.
"Neste momento, temos cerca de 2009 médicos no nosso país. O nosso rácio é de 18 mil habitantes por médico e à medida que vamos formando novos profissionais, vamos melhorando este rácio. Há dois anos, tínhamos um médico para 25 mil habitantes", declarou o diretor-nacional de Recursos Humanos do Ministério da Saúde, Moisés Mazivila, citado pelo jornal Notícias"
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

CONSELHO EMPRESARIAL DO TÂMEGA E SOUSA, NORTE DE PORTUGAL, IPEME - INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DE MOÇAMBIQUE, CÂMARA DE COMÉRCIO DE MOÇAMBIQUE, AICEP, APM ASSOCIAÇÃO PORTUGAL MOÇAMBIQUE, VÁRIOS MUNICIPIOS DE PORTUGAL NOMEADAMENTE FELGUEIRAS

LOUSADA, SEMINÁRIO/DEBATE/ENCONTROS EM 28 DE JULHO DE 2016, MARCARAM PRESENÇA NOMEADAMENTE A RECENTISSIMA NOMEADA DELEGADA DA AICEP EM MOÇAMBIQUE ANA MARIA ROSAS, CLAIRE MATEUS ZIMBA, DIRECTOR GERAL DO IPEME,O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO PORTUGAL MOÇAMBIQUE JOÃO PEDROSA RUSSO, O PRESIDENTE DA CÂMARA DE COMÉRCIO DE MOÇAMBIQUE JULIÃO DIMANDE, A PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO REDE PME EULÁLIA NHATITIMA, ISAURA MACEDO PINTO MEMBRO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGAL MOÇAMBIQUE, AUGUSTO MACEDO PINTO MEMBRO DA DIRECÇÃO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGAL MOÇAMBIQUE, ENTRE VÁRIOS EMPRESÁRIOS MOÇAMBICANOS E PORTUGUESES. EXCELENTE ENCONTRO DE AMIZADE E EMPRESARIAL, FOI O UNÂNIME SENTIMENTO TRANSMITIDO E SENTIDO POR TODOS OS PARTICIPANTES.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

CARLOS MESQUITA MINISTRO DOS TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES DE MOÇAMBIQUE: GOVERNO QUER APOSTAR NA CABOTAGEM MARITIMA COMO FACTOR DE DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO DE MOÇAMBIQUE

Governo quer apostar na cabotagem marítima como factor de desenvolvimento económico

Carlos Mesquita revelou estratégias do Governo na XIV Conferência Anual do Sector Privado
 
Produzimos e depois? Foi com esta pergunta retórica que o Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, iniciou a sua intervenção na XIV Conferência Anual do Sector Privado (CASP), a realizar-se em Maputo. A questão colocada pelo dirigente prende-se, na sua percepção, com o facto de não bastar produzir se não houver mecanismos que garantam o transporte e exportação dos produtos, daí que, sendo o mar a via mais usada no transporte de mercadorias a nível mundial, haja necessidade do país investir na reestruturação dos serviços de cabotagem marítima. 
Nesse sentido, Carlos Mesquita revelou que Moçambique possui 20 empresas com licença de cabotagem, entretanto, nenhuma está a operar, logo, a motivação para o Governo desenhar modelos que concorram para o aumento de transporte de mercadorias de uma forma competitiva. Tais modelos, disse o Ministro, assentam na estratégia para desenvolvimento integrado, de modo que o produto a ser oferecido satisfaça os anseios de quem produz e de quem governa, afinal o Governo definiu a utilização da cabotagem marítima como o melhor veículo de transporte de mercadorias a longa distância. A concretização desse intento, para o Ministro, passa pela reabilitação dos portos secundários e terciários que o país possui em todo o país.  
Não obstante, como não poderia deixar de ser, Carlos Mesquita referiu-se a alguns constrangimentos que afectam o sector da cabotagem. Um desses óbices envolvem a burocracia, taxas de juro elevados, não diferenciação dos navios nacionais dos estrangeiros, uso intensivo de transporte rodoviários e elevado custo dos combustíveis dos navios. Assim, partilhou o Ministro, torna-se fundamental o desenvolvimento de acções para revitalizar a área da cabotagem marítima, o que passa, necessariamente, por priorizar a atracação de navios nos portos nacionais, redução de tarifas na permanência dos navios nos portos nacionais, redução das taxas de INAMAR, adopção de registos especiais para navios estrangeiros, simplificação de procedimentos por parte das alfandegas, para, com efeito, garantir que a flexibilização dos serviços de cabotagem seja fluida. Todavia, não basta ficar por essas iniciativas, impõem-se, igualmente, na percepçao do Ministro, melhorar infra-estruturas e canais de acesso que abonem segurança das mercadorias, ao mesmo tempo que se cria um órgão regulador para fiscalizar questões portuárias.
Dissertando sobre “Logística dos portos, Caminhos-de-ferro, a restruturação da cabotagem marítima”, Carlos Mesquita frisou a importância do Governo fortalecer os meios humanos, através da Escola Náutica, a fim de que os recursos humanos que de lá venham a sair sejam dotados de conhecimentos para lidar com navios e os serviços de cabotagem e, si.
Todas estas actividades, para o dirigente, fazem parte de uma estratégia que pretende permitir a concetração de centros de carga, o que gera emprego e acrescenta valores aos produtos."
FONTE: JORNAL O PAIS DE MOÇAMBIQUE.

PORTUGAL E ESPANHA LIVRES DE SANÇÕES ECONÓMICAS DA UE UNIÃO EUROPEIA

   ECONOMIA

Sanções: Comissão Europeia propõe cancelamento da multa a Portugal

Bruxelas – A Comissão Europeia decidiu na quarta-feira recomendar a suspensão da multa a Portugal no quadro do processo de sanções devido ao défice excessivo e apresentará posteriormente uma proposta sobre a suspensão de fundos, anunciou o vice-presidente Valdis Dombrovskis em Bruxelas.
O colégio de comissários presidido por Jean-Claude Juncker, reunido em Bruxelas, decidiu avançar com a mesma solução simbólica de multa “zero” para Espanha, o outro Estado-membro contra o qual foi lançado um processo de sanções devido a ausência de medidas eficazes para cumprimento das metas para a correção do défice excessivo."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE

TIMOR - LESTE: VAI TER AGÊNCIA NOTICIOSA, ANTIL, ATRAVÉS DO PORTAL DE INFORMAÇÃO OFICIAL DO ESTADO DE TIMOR - LESTE.

   TIMOR-LESTE

Agência Noticiosa de Timor-Leste (ANTIL) lançada em Díli

Díli – A Agência Noticiosa de Timor-Leste (ANTIL) foi lançada quarta-feira em Díli, um projeto que deverá ser formalizado a partir de setembro, com a aprovação dos estatutos, disse à Lusa o secretário de Estado da Comunicação Social, Nélio Isaac Sarmento.
“Hoje é lançado o ‘embrião’ da Agência Noticiosa de Timor-Leste (ANTIL), através do portal de informação oficial do Estado de Timor-Leste. Portanto, a partir de hoje, Timor-Leste já tem uma agência oficial, uma agência noticiosa para prestar informação a todo o território de Timor-Leste e também às comunidades timorenses no estrangeiro”, disse Nélio Isaac Sarmento."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE.

TETE, MOÇAMBIQUE: SHOPRITE SUPERMERCADO ABRE EM TETE

GRUPO SHOPRITE ABRE NOVO CENTRO COMERCIAL EM TETE

27-07-2016 19:49:55

Tete (Moçambique), 27 Jul (AIM) – O Grupo Shoprite inaugurou hoje um novo centro comercial na cidade de Tete, capital da província com o mesmo nome, a região centro de Moçambique.

Este é o segundo centro comercial do mesmo Grupo naquela cidade. O primeiro abriu as portas há sete meses no bairro de Matundo, enquanto o recém-inaugurado está localizado em Mpadue.

O governador de Tete, Paulo Aude, que testemunhou o evento, considera que o facto de o Grupo Shoprite inaugurar dois estabelecimentos comerciais em curto tempo constitui um grande encorajamento à classe empresarial e uma prova de que em momento de crise, pode ser a melhor altura para investir.

“Apesar da crise económica e financeira mundial, marcada pela descida do preço de carvão, precisamos de diversificar a nossa fonte de colecta de receitas para equilibrar a balança de pagamentos”, disse.

Com efeito, apelou para o aumento da produção dos produtos alimentares essenciais para garantir a segurança alimentar e nutricional, com vista a substituir a importação pelas exportações.

“Queremos aproveitar esta ocasião para agradecer o Grupo Shoprite pela expansão do exercício da sua actividade para a nossa bela e acolhedora província de Tete, com dois estabelecimentos comercias”, disse Auade, falando durante o evento.

Segundo Auade, a expansão do Shoprite é um facto louvável e vai contribuir para a criação de mais postos de emprego para os jovens e maior colecta de receitas para aquela província.

Referiu que o público consumidor tem mais uma opção de escolha na compra de produtos de qualidade. Além disso, é expectativa do governo provincial, que o novo centro venha influenciar positivamente na oferta de produtos e deste modo equilibrar os preços dos produtos alimentares essenciais, no mercado local.

“É nosso desejo vermos nas prateleiras da Shoprite produtos agrícolas de produção local, como forma de estimular o agricultor e as ligações empresariais, que já são uma realidade na nossa província de Tete”, sublinhou.

Auade aproveitou a oportunidade para anunciar que brevemente a província de Tete terá mais um centro comercial da Shoprite, no distrito de Angónia, na zona de Calomue, que faz fronteira com o Malawi.

O facto foi confirmado por Danilo Pinheiro, representante do Grupo Shoprite, afirmando que o novo centro comercial deverá abrir em Agosto do próximo ano.

“Estamos comprometidos com o desenvolvimento. Por isso, estamos a construir mais infra-estruturas comerciais até onde for necessário”, vincou.
(AIM)
Fungai Caetano/sg"
FONTE: AIM

PEDRO CRUZ DIRECTOR GERAL DAS CDM CERVEJAS DE MOÇAMBIQUE: "ESTA É UMA FORMA DE DIMINUIR O CUSTO DA IMPORTAÇÃO DE VIDRO E UM PASSO IMPORTANTE PARA CONTROLAR O CUSTO DE PRODUÇÃO".

  MOÇAMBIQUE

Garrafas de cerveja reutilizadas para reduzir importação de vidro em Moçambique

Maputo - As garrafas de cerveja de 330 mililitros passarão a ser reutilizadas em Moçambique, uma estratégia para reduzir as importações de vidro na ordem de 268 milhões de meticais (3,6 milhões de euros), anunciou na quarta-feira a Cervejas de Moçambique.
"Esta é uma forma diminuir o custo da importação de vidro e um passo importante para controlar o custo de produção", afirmou o diretor-geral da Cervejas de Moçambique (CDM), Pedro Cruz, falando durante uma conferência de imprensa em Maputo de apresentação da nova estratégia da empresa no contexto de crise económica que o país atravessa."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE

quarta-feira, 27 de julho de 2016

PAZ EM MOÇAMBIQUE


Embaixador americano em Maputo pede cessar-fogo imediato

HÁ 3 HORAS
  • Redacção VOA

Dean Pittman Embaixador dos Estados Unidos para Moçambique
Dean Pittman Embaixador dos Estados Unidos para Moçambique
O embaixador dos Estados Unidos em Maputo defendeu o cessar-fogo imediato em Moçambique como condição para que as negociações entre o Governo e a Renamo cheguem a bom termo.
"É necessário que as duas partes restabeleçam a confiança", disse Dean Pittman à margem da cerimónia de reconhecimento da investigadora cabo-verdiana radicada em Maputo Maria Andrade, distinguida recentemente com o Prémio Mundial da Alimentação 2016.
Pittman reiterou que o país "precisa de paz para falar".
Nesta quarta-feira, 27, o chefe da equipa de mediadores internacionais Mário Rafaelli anunciou que devido a posições divergentes do Governo e da Renamo as negociações entre as duas partes foram suspensas por 10 dias.
Rafaelli disse esperar que as partes regressam com posições concretas à mesa de 
FONTE: VOA MOÇAMBIQUE, A VOZ DA AMÉRICA.negociações.

CAMINHOS DE FERRO DE MOÇAMBIQUE CFM - SUL AUMENTA PROCURA POR UTILIZADORES, UM BOM CAMINHO PARA MOÇAMBIQUE, DIREI EU!

AUMENTA NÚMERO DE UTENTES TRANSPORTADOS PELA CFM-SUL

Classifique este item
(0 votos)
Aumenta número de utentes transportados pela CFM-Sul
O número de utentes transportados pela empresa Portos e Caminhos de Ferro-Sul pode atingir os cinco milhões até finais deste ano.
O Director Ferroviário dos CFM-Sul, Augusto Abudo, disse que já foram transportados de Janeiro a esta parte quatro milhões de utentes.
Augusto Abudo disse que este aumento de utentes resulta de investimentos na aquisição de locomotivas e na melhoria da segurança e iluminação em várias linhas operadas pela empresa CFM-Sul. ( RM)"
FONTE: RÁDIO MOÇAMBIQUE.

CAPOULA SANTOS MINISTRO DA AGRICULTURA FLORESTAS E DESENVOLVIMENTO RURAL DE PORTUGAL PROPÕE EM LUANDA ANGOLA AGENDA BILATERAL RENOVADA NA AGRICULTURA

Portugal propõe Agenda Bilateral Renovada com Angola na Agricultura

Luanda - O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural português, Capoulas Santos, propôs, em Luanda, o lançamento de Agenda Bilateral Renovada com Angola, para fomentar o desenvolvimento dos setores agrícola e agroindustrial.
O governante português, que está de visita ao país, discursava na sessão de abertura do seminário "Angola e o investimento agrícola", promovido pelo banco BIC e ainda com a participação de empresários portugueses e angolanos dos setores agrícola e pecuário."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE.

MALÁRIA COMBATE À MALÁRIA FUNDAÇÃO GATES FINANCIA CIENTISTAS DA GULBENKIAN PARA A VACINA CONTRA A MALÁRIA


Fundação Gates financia cientistas da Gulbenkian para vacina contra malária

Lisboa - Um grupo de investigação do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), liderado pelo português Miguel Soares, vai ser financiado, durante dois anos, pela Fundação Bill e Melinda Gates para ajudar a desenvolver uma vacina contra a malária.
A equipa irá receber 400 mil dólares (363 mil euros) para investigar se a molécula de açúcar "alfa-gal", expressa pelo parasita da malária, o "Plasmodium", deve fazer parte de uma nova vacina para a malária."
FONTE: LUSA MOÇAMBIQUE.