terça-feira, 26 de julho de 2016

CABOTAGEM MARITIMA EM MOÇAMBIQUE REALIZAÇÃO DE SEMINÁRIO REUNE AlÈM DE MOÇAMBIQUE A PARTICIPAÇÃO DE CABO VERDE, COMORES, MADAGÁSCAR, MAURICIAS E SEYCHELES

MOÇAMBIQUE ACELERA PASSOS PARA REVITALIZAÇÃO DA CABOTAGEM MARÍTIMA

Classifique este item
(0 votos)
Moçambique acelera passos para revitalização da cabotagem marítima
A cidade de Maputo acolhe desde esta segunda-feira, o seminário sub-regional sobre a Implementação das Emendas à Convenção para Certificação de Marítimos, que conta com representantes de Cabo Verde, Comores, Madagáscar, Maurícias e Seychelles.
O evento acontece numa altura em que os países signatários desta convenção (STCW/78) se debatem com a falta de implementação das emendas deste instrumento, especificamente às de Manila 10, referentes à introdução de novos cursos de formação de marítimos, uso de cartas náuticas electrónicas, entre outras inovações.
 De acordo com a Vice-ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo, que dirigiu a cerimónia de abertura do seminário, “a morosidade na implementação desta emenda está associada à falta de formação contínua dos oficiais náuticos”.
Para Manuela Rebelo, a formação contínua dos oficiais náuticos é fundamental para os membros signatários deste instrumento, no geral, e para Moçambique, em particular, devido ao facto de o País estar a implementar um programa integrado, com vista à revitalização da cabotagem marítima.
O programa de revitalização da cabotagem marítima inclui um pacote de incentivos especiais, tais como a redução das taxas portuárias, prioridade na atracagem de navios, medidas fiscais, entre outros. (RM/ Diário do País)"
FONTE: RÁDIO MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário