sábado, 13 de junho de 2015

EMBAIXADORES PARA MOÇAMBIQUE, NOVOS DIPLOMATAS APRESENTARAM CARTAS CREDENCIAIS: ÁFRICA DO SUL, ARGÉLIA, ARÁBIA SAUDITA, MALAWI, SANTA SÉ E ZIMBABWE

"Presidente da República recebe Cartas Credenciais de seis diplomatas


O Presidente da República, Filipe Nyusi, recebeu esta sexta-feira cartas credenciais dos Embaixadores de seis representantes diplomáticos

Trata-se dos Embaixadores da Argélia, Tayeb Medkour; da Santa Sé, Edgar Pena Parra; da África do Sul, Mandisi Mabuto; do Zimbabwe, Nicolas Dube; do Malawi, Franki Viyazyi, todos com residência em Maputo.
Recebeu ainda cartas credenciais do Embaixador da Arábia Saudita, Abdullah Abdulraman, com residência em Lusaka, na Zâmbia.
O Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, disse que a recepção de cartas credenciais dos Embaixadores constitui um momento para fortalecer as relações de cooperação com os respectivos países, em várias áreas.
Oldemiro Baloi referiu que com a Argélia, Moçambique tem boas relações político-históricas, mas há necessidade de reforçar as relações económicas.
Segundo Baloi, a frente económica tem monstrado progressos, com destaque para a agricultura, energia e educação, na componente formação, traduzida pela ida de bolseiros moçambicanos a Argélia.
Com o Núcleo Apostólico da Santa Sé, Oldemiro Baloi disse que abordou a questão da manutenção da paz no país e a contribuição da igreja nas áreas sociais, o que importa manter.
Com a África do Sul, Oldemiro Baloi apontou o desafio de pôr em prática os acordos de cooperação estabelecidos na visita de Jacob Zuma ao país.
Sobre o Zimbabwe, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação falou das relações diplomáticas existentes, nas áreas política e económica, com destaque para a cooperação a nível regional da SADC, organização da qual os dois países fazem parte.
Com o Malawi, o diplomata sublinhou as relações de boa vizinhança, com destaque para a cooperação nas áreas económica, cultural e social.
Com o Embaixador da Arábia Saudita, Oldemiro Baloi disse ter falado da necessidade de fortalecer a cooperação no domínio dos recursos minerais, pelo facto de ser uma das potências mundiais nesse domínio. (RM)
FONTE: RÁDIO MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário