terça-feira, 28 de dezembro de 2010

LAM - Linhas Aéreas de Moçambique - TRANSPORTOU MAIS DE MEIO MILHÃO DE PASSAGEIROS EM 2010

"Linhas Aéreas de Moçambique transportou mais de meio milhão de passageiros em 2009 . 28/12/2010
A Companhia Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) transportou, durante o ano que esta prestes a terminar um total de 533.775 passageiros para vários pontos do país e do continente. Este número representa um aumento de 76.608 passageiros transportados em relação a 2009. Durante o ano em análise, a LAM registou um crescimento nos resultados operacionais na ordem de nove por cento, na sequência do incremento do número de passageiros. O Presidente da LAM, José Viegas, falando num brinde de encerramento do ano com os trabalhadores, disse que 2010 foi um ano de “grandes” realizações para a empresa, apesar de algumas dificuldades provocadas pela crise financeira internacional. Segundo Viegas, a crise financeira internacional provocou o aumento cíclico do preço do fuel JETA1 no mercado nacional, a depreciação do metical (moeda nacional) e o aumento do custo de vida, “que teve reflexos penalizantes para a LAM, e também para as nossas famílias”. Não obstante estes constrangimentos, em 2010, a companhia aérea moçambicana aumentou os voos para Luanda (Angola) e Nairobi (Quénia). Em Outubro último, a LAM introduziu mais um voo para Luanda partindo de Maputo, sendo que esta rota passou a contar com três frequências semanais. Enquanto isso, no inicio deste mês de Dezembro, a companhia introduziu a rota Nampula-Nairobi, mais uma frequência para aquele cidade queniana. “Em 2010 alargamos os nossos horizontes, voando mais vezes para Luanda e Nairobi, ligando com maior regularidade as capitais provinciais a Joanesburgo e Nairobi e, ainda, implementamos os acordos de code-share com a South African Airways, Kenya Airways, e mais recentemente com a SA Express, Ethiopian Airlines e a PW – Precison Air” detalhou. Paralelamente a estas realizações, a LAM recebeu várias distinções ao nível nacional e internacional. “As recertificações ISO 9001:2008 e IOSA, a nossa presença mais agressiva no mercado, a melhoria dos nossos serviços em terra e no ar e o grande prestígio da LAM, que foi considerada a Melhor Marca de Moçambique no Sector dos Transportes, e reconhecida pela IATA com o Prémio Platina, são sinais de crescimento e desenvolvimento”. Este ano foi igualmente marcado pela celebração do 30/o aniversario da LAM, assinalado a 14 de Maio último. A LAM foi criada em 1936 com a designação de DETA (Direcção de Exploração de Transportes Aéreos) como uma divisão de exploração dos serviços dos Portos e Caminhos de Ferro. Após a Independência, por decreto 8/80 de 19 de Novembro de 1980, é extinta a DETA e criada a LAM, uma empresa estatal sob tutela pelo o Ministério dos Transportes e Comunicações. (RM/AIM)" Fonte Rádio Moçambique

Sem comentários:

Publicar um comentário