quinta-feira, 14 de agosto de 2014

PETRÓLEO E GÁS DE MOÇAMBIQUE E SUA PESQUISA, OBJECTO DE DISCUSSÃO HOJE EM MAPUTO PROMOVIDO POR ISCTEM INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE MOÇAMBIQUE E INSTITUTO NACIONAL DO PETRÓLEO

O PONTO de situação sobre a pesquisa do petróleo e gás em Moçambique será  um dos temas a ser abordado hoje, quinta-feira, no Campus do Instituto Superior de Ciências e Tecnologia de Moçambique (ISCTEM), numa iniciativa conjunta entre esta instituição de ensino superior e o Instituto Nacional  de Petróleo.
o evento que terá lugar as , as 17.30 horas vai discutir igualmente o regulamento da actividade petrolífera no país, tendo em conta o plano estratégico do governo para este sector. Um comunicado do ISCTEM indica que outros temas de interesse como o quadro legal do sector, projecto Pande & Temane, plano director do gás, desafios e constrangimentos, uso dos recursos petrolíferos como impulsionadores do desenvolvimento de entre outros serão também debatidos.
O encontro irá contar com a participação de quadros do governo que respondem pelo sector dos recursos minerais, especialistas do sector, estudantes de mestrado em Gestão de petróleo e Gás e demais convidados.
Sublinhar que Moçambique, nos últimos anos, tem sido um dos destinos predilectos das grandes multinacionais que operam no sector do petróleo e gás casos, da americana Anadrako e da Italiana ENI que operam na bacia do Rovuma.
A Anadarko espera investir nos próximos anos cerca de 18 biliões de dólares no distrito de Palma em Cabo Delgado, onde se espera igualmente que sejam criados 3500 novos postos de trabalho.
Recorde-se que esta firma está a projectar a construção de uma fábrica de liquefacção do gás natural para o mercado doméstico e para exportação a partir de 2018, estando em curso o estudo de viabilidade do novo empreendimento e trabalho de formação de moçambicanos nas várias especialidades e transferência de tecnologias."
FONTE: JORNAL NOTICIAS DE MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário