quarta-feira, 6 de agosto de 2014

CABO VERDE TURISMO A ESCOLA E HOTELARIA E TURISMO DE CABO VERDE EHTCV INICIA ESTE MÊS DE AGOSTO TRÊS CURSOS ESPECIALIZADOS PARA JOVENS QUE QUEIRAM TRABALHAR EM HOTEIS DE CABO VERDE. E PORQUE NÃO EM MOÇAMBIQUE ONDE OS CIDADAOS DE CABO VERDE TEM ENTRADA SEM NECESSIDADE DE VISTO???

"ECONOMIA

A SEMANA :

Sal: Escola de Hotelaria prepara profissionais para Dunas Beach Resort 06 Agosto 2014

Iniciam neste mês de Agosto, três cursos especializados para jovens que queiram trabalhar em hotéis de Cabo Verde. A Escola e Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV) prepara assim profissionais para futuramente trabalhar no Hotel Dunas Beach Resort na ilha do Sal, cuja inauguração está prevista para Novembro.

Sal: Escola de Hotelaria prepara profissionais para Dunas Beach Resort
Estes cursos foram abertos no âmbito de um protocolo assinado recentemente entre o grupo Meliá e a EHTCV. Os cursos de especialização destinados a 250 jovens, para preencher necessidades do novo empreendimento hoteleiro do grupo Meliá na ilha do Sal, destinam-se aos sectores de cozinha-pastelaria (100 vagas), restaurante-bar e cafetaria com 75 vagas cada.
Os cursos serão ministrados na cidade da Praia e na ilha do Sal conforme explica a PCA da EJTCV: “os cursos que irão decorrer de Agosto a Setembro, contarão com um universo de 250 candidatos que já possuem formações em diversas áreas de hotelaria e que nos próximos dois meses farão uma especialização de modo a estarem aptos a preencher os 700 postos de trabalho que o Resort Dunas Beach vai disponibilizar”.
De acordo com Nádia Firmino, os alunos com aproveitamento adequado no curso terão acesso imediato ao emprego nos postos de trabalho previstos na ilha do Sal. Neste programa piloto com o grupo Meliá, os candidatos a esta formação especializada devem ter o 8º ano de escolaridade, idade máxima de 35 anos, possuir um diploma em hotelaria ou experiência na área.
Nádia Firmino afiança que com este projecto a EHTCV cumpre a sua função de servir o sector do turismo e o tecido empresarial, capacitando e desenvolvendo competências técnicas, tecnológicas e humano-comportamentais essenciais para a melhoria da prestação de serviço no sector, bem como as condições de empregabilidade e de promoção da inserção laboral.
De referir que a taxa de inserção no mercado de trabalho dos jovens formados pela Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde é neste momento superior a 65 por cento, conforme garante a presidente do Conselho de Admnistração, Nádia Firmino"
FONTE. JORNAL A SEMANA DE CABO VERDE.

Sem comentários:

Publicar um comentário