sábado, 30 de junho de 2012

PAINEIS SOLARES PROGRIDEM MOÇAMBIQUE MELHORANDO A VIDA DAS POPULAÇÕES

"PAINES SOLARES MUDAM VIDA DE MILHARES DE MOCAMBICANOS
30-06-2012 17:29:54. Maputo, 30 JUN (AIM) - A colocação de painéis solares para electrificação nas zonas rurais, não abrangidas pela rede nacional de energia, está a melhorar as condições de vida de milhares de moçambicanos.O Fundo de Energia (FUNAE) tem estado a implementar o projecto de electrificação através de painéis solares pelo país abrangendo essencialmente residências, escolas, centros de saúde, postos policiais, iluminação pública e edifícios públicos como as sedes dos postos.
O FUNAE implementou, recentemente, com o apoio financeiro da União Europeia (EU), a electrificação da região norte com recurso à painéis solares.Uma equipa do FUNAE visitou recentemente algumas zonas abrangidas pelos projectos com o propósito de avaliar o impacto socio-económico, onde concluiu que a nível das comunidades existem sinais de satisfação e mudança.A equipa visitou os distritos de Chiúre e Meluco em Cabo Delgado, Nipepe em Niassa e Monapo em Nampula, região norte do país.Nos locais, muitas famílias para além de terem energia para iluminar as casas durante a noite, já usam congeladores/geleiras, carregam as baterias dos telemóveis, entre outras formas de uso e aproveitamento da corrente eléctrica.
Nas unidades sanitárias, a título de exemplo, já é possível fazer a conservação de medicamentos e atender doentes a qualquer hora do dia, e nas vias públicas aumentou consideravelmente a segurança de todas as pessoas que as vezes saem a noite.
Nas comunidades abrangidas, estão igualmente criadas as condições para a introdução do curso nocturno e a alfabetização para adultos nas escolas, para além de abrir espaço para o apetrechamento dos estabelecimentos de ensino com equipamento informático.
O impacto positivo, na óptica do FUNAE, poderá aumentar com o funcionamento de todos os sistemas após a entrega provisória do projecto pelo empreiteiro. No país, cerca de 30 por cento da população beneficia de energia eléctrica, dos quais 20 por cento através da expansão de rede nacional e os restantes 10, equivalente a cerca de 2.1 milhões de moçambicanos. No rol das energias renováveis, destacam-se os painéis solares, pequenas centrais, micro-hídricas, mini-hídricas, pico-hídricas, que produzem energia com qualidade semelhante a da Hidroeléctrica de Cahora Bassa.
(AIM)FTA/le(AIM)" Fonte SAPO MZ.

Sem comentários:

Publicar um comentário