segunda-feira, 25 de junho de 2012

EMBAIXADOR DE MOÇAMBIQUE EM ANGOLA DOMINGOS FERNANDES POR OCASIÃO DO 25 DE JUNHO DIA DA INDEPENDÊNCIA DE MOÇAMBIQUE: ESTABILIDADE POLITICA ESTÁ CONSOLIDADA

"Estabilidade política está consolidada
Domingos-fernandes-embaixador-angolaO embaixador de Moçambique acreditado em Angola, Domingos Fernandes, disse em Luanda, que o país conhece uma estabilidade política e uma paz que tem sido consolidada ao longo desses últimos anos.O diplomata, que falava à Angop, por ocasião dos 37 anos de independência de Moçambique, que se assinala a 25 de Junho, revelou que a actividade política no seu país é livre, pois a Constituição consagra plena liberdade de reunião, razão pelo qual os partidos políticos têm a liberdade de actuar, dentro dos marcos estabelecidos pela Lei."Apesar das diferenças entre as forças políticas e os cidadãos, felizmente tem havido bom senso e através do diálogo, vamos conseguindo ultrapassar essas diferenças", afirmou.Disse que a partir do momento em que o seu governo começou a implementar o Acordo geral de paz, o país conheceu um desenvolvimento institucional, marcado com a introdução de inúmeras reformas no domínio da governação, preterindo alguns órgãos."Houve necessidade de se abolir alguns órgãos nesse processo todo, para que houvesse uma participação inclusiva ao nível político, económico e social", explicou o embaixador. No quadro da descentralização administrativa, disse, foram introduzidas as Autarquias a nível de todas as províncias do país, conferindo as localidades uma autonomia no âmbito da implementação dos seus programas."Temos a nível dos municípios, aquilo que são os conselhos consultivos locais, em que temos a autoridade tradicional, o sector privado e outras organizações da sociedade civil que participam nesse órgão e podem opinar sobre aquilo que acham ser importante para a sociedade", enfatizou.Ainda a esse nível, lembrou que o seu governo também está a implementar aquilo que se chama de "Fundo de apoio ao desenvolvimento local", que se consubstancia na dotação de valores monetários a todas as províncias do país, para o desenvolvimento de projectos locais já identificados."Já estamos no sexto à caminho do sétimo ano, e a experiência tem mostrado, que com o apoio desse fundo e com a participação das autoridades, tem havido desenvolvimento em termos de desbloquear e encontrar soluções locais, com vista ao bem-estar do cidadão  moçambicano", adiantou.Moçambique, oficialmente República de Moçambique, independente desde 25 de Junho de 1975, da potência colonial portuguesa, se reconstrói após da guerra civil que devastou o país de 1976 à 1992.
É considerado como um dos países mais pobres do mundo, apesar do seu dinamismo económico, aliado a ajuda da comunidade internacional.Com uma população estimada em 20,4 milhões de habitantes (censo de 2007), Moçambique possui três principais cidades: Maputo (capital), Beira e Nampula. A língua oficial é o português e a moeda local é o Metical." Fonte Rádio Moçambique.

Sem comentários:

Publicar um comentário