quinta-feira, 23 de agosto de 2012

PAULO PORTAS MINISTRO DE ESTADO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS DE PORTUGAL PARTICIPA NA FACIM- FEIRA INTERNACIONAL DE MAPUTO MOÇAMBIQUE

"Paulo Portas participa na Feira Internacional de Maputo

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Portas, participa em Maputo na FACIM-2012, que vai contar com a presença de 140 empresas portuguesas ou moçambicanas com capitais portugueses.
Uma nota da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), refere que Paulo Portas será acompanhado pelo secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques, e pelo administrador da AICEP Portugal Global, Manuel Brandão. A capital moçambicana, Maputo, vai acolher, entre 27 de agosto e 02 de Setembro, a FACIM, a maior feira empresarial anual, que contará com 140 empresas portuguesas ou moçambicanas de capitais portugueses, ocupando uma área bruta de 1.171 metros quadrados. "O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros visitará o certame e particularmente o Pavilhão de Portugal no dia 27 de agosto. No domingo anterior ao início da feira estará presente num encontro informal com os empresários portugueses participantes na FACIM", refere a nota. No dia seguinte, Paulo Portas estará presente na recepção alusiva ao Dia de Portugal na FACIM no Pavilhão português, onde estarão 50 empresas e associações empresariais centradas em sectores de forte implantação no mercado moçambicano, como os materiais de construção, agro-alimentares vinhos. Estarão também presentes firmas portuguesas das áreas de metalurgia e metalomecânica, construção civil e consultoria, rochas ornamentais, tecnologias de informação, material eléctrico e electrónico, indústria do papel, portos, transportes e logística, artigos para o lar e de higiene e limpeza, confecção e vestuário, máquinas agrícolas e produtos pecuários. "Este ano, à semelhança da edição do ano transacto, o interesse das empresas portuguesas pelo mercado moçambicano ultrapassou a capacidade de acolhimento do Pavilhão de Portugal, tendo algumas delas optado por expor autonomamente noutros pavilhões da FACIM", destaca o comunicado da AICEP, lembrando que 'a presença de Portugal na FACIM é já tradicional e remonta aos anos 1980'. "Portugal tem recebido regularmente prémios pelo seu pavilhão, tendo em 2008, 2009, 2010 e 2011 alcançado o 1.0 prémio atribuído aos expositores estrangeiros", sublinha a nota. (Lusa)" Fonte Jornal PONTO CERTO.

 

Sem comentários:

Publicar um comentário