sábado, 11 de agosto de 2012

FRED HOCHBERG PCA DO BANCO DE EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA DESLOCA-SE A MOÇAMBIQUE SENDO SUA INTENÇÃO ESTABELECER PARCERIAS COM EMPRESAS QUE TENHAM PLANOS DE NEGÓCIOS SÓLIDOS, LAM E PRODUÇÃO E EXPLORAÇÃO DE HIDROCARBONETOS, POR EXEMPLO.

"Ex-In Bank dos EUA poderá injectar fundos nos hidrocarbonetos e na LAM
Ex-In-Bank-euaO Banco de Exportações e Importações dos Estados Unidos (Ex-Im Bank) tenciona estabelecer uma parceria sustentável com Moçambique na área de pesquisa e exploração de hidrocarbonetos.Citado num comunicado de imprensa da embaixada dos EUA em Maputo, o Presidente do Conselho de Administração, Fred Hochberg, explicou que esta parceria inclui empréstimos, garantias e seguros de crédito a pessoas singulares e empresas locais que possuem planos de negócios sólidos.
Hochberg, que se encontra numa visita de dois dias a Moçambique iniciada na quinta-feira, vai manter contactos com membros do Governo e comunidade empresarial para avaliar oportunidades de financiamento e cooperação do Ex-Im Bank em sectores tais como petróleo e gás, energia, mineração e aviação civil. “Como líder do Ex-Im Bank, estou empenhado em fazer isso acontecer através de financiamentos a empresas locais que possuem planos de negócios sólidos e que fazem parceria com os exportadores americanos”, refere o documento.Durante a visita, também serão realizados encontro com representantes das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) para discutir mecanismos para ajudar a sua expansão com aeronaves da companhia americana “Boeing” de forma a atender à crescente demanda de transporte aéreo a nível doméstico e na região. Segundo Hochberg, Moçambique carece de financiamentos no sector das infra-estruturas, projectos para a produção de Gás Natural Liquefeito, centrais hidroeléctricas, mineração de carvão, sistemas de carga, entre outros. Durante a visita, Hochberg também deverá manter contactos com representantes dos sectores de energia, companhias e organizações empresariais americanas e organizações da sociedade civil.(RM/AIM" Fonte Rádio Moçambique.

Sem comentários:

Publicar um comentário