sexta-feira, 19 de novembro de 2010

ANGOLA E MOÇAMBIQUE - ESCRITORA ISABEL FERREIRA FAZ A PONTE

"Livro "Guardador de Memórias" da escritora angolana Isabel Ferreira apresentado em Maputo
Apresentação e debate crítico-Académico dominaram, em Maputo, o lançamento da obra "O Guardador de Memórias" da escritora angolana Isabel Ferreira, na continuidade dos festejos dos 35 anos de Independência de Angola em Moçambique. Realizada no Instituto Superior de Ciências e Tecnologia de Moçambique (ISCTM), na baixa de Maputo, a sessão registou a participação de jornalistas, estudantes que questionaram a ousadia da escritora na selecção da temática e as expressões “apimentadas” que usa nos vários momentos da narrativa. Sobre este assunto, Isabel Ferreira disse à Angop que “um artista tem que mudar, tem que inquietar, tem que questionar tem que obrigar outras pessoas a vários tipos de questionamentos – segundo a linha do pai do cubismo, Pablo Picasso, de quem é adepta.Afirmou ter gostado das interpretações feitas ao livro “aqui em Maputo”, diferentes de outras feitas em Angola e noutras partes do mundo, o que demonstra ser válido o princípio da teoria literária que enuncia que nunca uma obra tem a mesma interpretação por parte do leitor, por vezes mesmo diferente do autor. Com 334 páginas, incluso fixa técnica, o livro foi lançado também no quadro do mês da mulher empreendedora e foi apresentado em Maputo pelo escritor moçambicano Juvenal Bucuane, que teceu elogios à coragem de Isabel Ferreira pelo facto de harmonizar expressões puras do português com desvios da língua resultante do contexto diferente onde ela é falada, no caso o espaço literário Luanda. Em publicação especial para Maputo da Editora KujizaKuami, o livro tem na contracapa excertos de recensões à obra de escritores e críticos angolanos como Conceição Cristóvão e Jorge Macedo, do escritor e diplomata moçambicano Florentino Dick Kassotche e da crítica literária Sara laisse Jona que abonam o trabalho e a criatividade de Isabel Ferreira. Com primeira edição em 2008, o Guardador de Memorias já foi apresentado, além de Angola, em Portugal, Estados Unidos da América, Canada. O livro tem 26 capítulos com aberturas de letras de músicos angolanos, de cânticos religiosos e provérbios.Um glossário com significado de 64 expressões em Kimbundo e calão luandense faz parte da obra.  Natural de Luanda, Isabel Ferreira tem publicadas as seguintes obras: Caminhos de Amor (poesia), Caminhos Ledos (poesia), Nirvana (poesia), Fernando D, Aqui (ficção ).(RM/Angop)" Fonte Rádio Moçambique.

Sem comentários:

Publicar um comentário