segunda-feira, 29 de outubro de 2012

MOVITEL ,MOÇAMBIQUE E VIETNAME QUER AUMENTAR INVESTIMENTOS NO PAIS, ALEM DO OGRUPO VITTEL


"Vietname quer aumentar investimentos no país

A REPÚBLICA Socialista do Vietname pretende incrementar a sua presença em Moçambique. A intenção foi manifestada na recente visita efectuada àquele país pelo Ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, onde manteve encontro com o Ministro vietnamita da Planificação e Investimentos, Bui Quang Vinh, para além da visita ao grupo VIETTEL, parceira da empresa de telefonia móvel moçambicana, MOVITEL.
Maputo, Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2012:: Notícias Os dois governantes passaram em revista as relações de cooperação entre os dois países nas áreas de agricultura, educação e comunicações, tendo Aiuba Cuereneia encorajado aquele país a aumentar o seu leque de investimentos e a mobilizar os países vizinhos e amigos a investirem em Moçambique. O ministro vietnamita solicitou ao governante moçambicano a indicação de novas áreas de investimento, tidas como prioritárias, para a intervenção a curto prazo, mencionando a recente abertura das embaixadas nos dois países como uma acção que irá impulsionar as relações. Cuereneia apontou a área dos transportes, com particular destaque para o transporte marítimo, como uma das mais importantes, dado o país possuir uma extensa linha costeira.O governante moçambicano ficou impressionado com o nível de desenvolvimento alcançado pelo Vietname, especialmente no que diz respeito às Zonas Económicas Especiais (ZEE), tendo sugerido a troca de experiências nesta matéria.Aliado à promoção de investimentos, o governante moçambicano sugeriu a realização de uma Conferência Internacional de Investimentos no Vietname, antecedida de missões empresariais entre os dois países para a troca de experiências e identificação de oportunidades de investimento.Ficou acordada a realização, na primeira quinzena de Fevereiro do próximo ano, de uma Conferência Internacional de Desenvolvimento naquele país cuja preparação, do lado moçambicano, ficou encarregue ao Centro de Promoção de Investimentos (CPI) e Gabinete das Zonas Económicas de Desenvolvimento Acelerado (GAZEDA), cujos directores gerais integravam a delegação. No encontro com a VIETTEL, o governante moçambicano foi informado que este grupo, através da MOVITEL, está empenhado em transferir conhecimentos e tecnologias para os moçambicanos de modo que tomem a dianteira na gestão do sistema de comunicações da operadora, bem como a expansão dos seus serviços, com destaque para as zonas rurais.Na área social, referiu-se aos programas que a VIETTEL tem estado a implementar em Moçambique, que incluem a instalação de Internet em mais de 4 mil escolas moçambicanas, a facilitação das comunicações para mais de 600 mil estudantes, bem como a instalação de sistemas de vídeo-conferência em algumas instituições moçambicanas." Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário