terça-feira, 1 de maio de 2012

SECTOR ENERGÉTICO REUNIDO EM MAPUTO: MOÇAMBIQUE E PORTUGAL DINAMIZAM PARCERIAS

"Economia

Sector Energético: Moçambique e Portugal dinamizam parcerias . PROMOVER a partilha de produtos e soluções tecnológicas no âmbito das infra-estruturas e energias renováveis é um dos objectivos da missão empresarial portuguesa do sector da energia, esperada amanhã no Maputo, no quadro de um projecto designado “Portugal: inovando soluções energéticas”.
Maputo, Terça-Feira, 1 de Maio de 2012:: Notícias
Idealizada pela Agência para Energia de Portugal (ADENE), também com o objectivo de apoiar o esforço de internacionalização das Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas do ramo da energia, a missão tem igualmente em vista estabelecer uma plataforma que contribua para o desenvolvimento das relações comerciais entre Moçambique e Portugal, com destaque para a área da energia, e ajudar a rentabilizar projectos desenvolvidos por firmas portuguesas no território moçambicano.
Segundo os organizadores do evento, Moçambique foi escolhido para integrar o projecto pelo facto de actualmente ser, no conjunto dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), o que mais se destaca nos Índices de Desenvolvimento, e o que apresenta maiores níveis de estabilidade do ponto de vista do ambiente de negócios.Num comunicado recebido na nossa Redacção, os organizadores da missão consideram que Moçambique deu, ao longo dos últimos anos, mostras da sua clareza em relação aos objectivos que priorizam para o sector energético, para o que definiu uma estratégia que considera aquela área como uma alavanca da actividade industrial e motor do desenvolvimento das comunidades.Com efeito, segundo a nota, partindo de uma situação em que apenas 30 por cento da população beneficiava de energia eléctrica – 20 por cento da rede nacional e 10 por cento de energias renováveis – Moçambique acabou alterando significativamente a situação como resultado da aprovação e introdução, em Maio de 2011, da Estratégia de Desenvolvimento de Energias Novas e Renováveis, com um horizonte de implementação de 15 anos.
Para o desenvolvimento da referida estratégia, Moçambique conta com o apoio de diversas instituições internacionais, quer através de apoio directo concedido ao orçamento do estado, quer através do financiamento de projectos específicos ligados ao sector.No quadro desta missão empresarial, está agendada para amanhã, no Maputo, a realização de uma conferência subordinada ao tema “Moçambique e Portugal: Parceiros para a Energia”, na qual perto de 150 empresários de ambos os países deverão trocar ideias e informações que se prevê resultem no melhoramento da plataforma de cooperação, de modo a estar mais orientada para as necessidades de desenvolvimento do sector enérgico de ambos os países.Igualmente amanhã, e com vista a integrar algumas das acções previstas no quadro da missão empresarial, é esperado na capital do pais o secretário de Estado português da Energia, Artur Trindade, que tem previstos encontros com o ministro da Energia, Salvador Namburete, e com o vice-ministro dos Recursos Minerais, Abdul Razak.
O governante português fará visitas a alguns empreendimentos relevantes para a economia moçambicana e que contam com uma prestação de empresas portuguesas.
No âmbito dos projectos acordados entre entidades portuguesas e moçambicanas em 2010, contam-se projectos de mapeamento dos principais recursos renováveis; equipamento de energias renováveis em escolas, hospitais e centros de saúde, mini-redes de distribuição de electricidade em locais remotos; projectos de reabilitação e reforço da rede de distribuição; e o fomento da criação de empresas mistas luso-moçambicanas em diversos sectores incluindo o energético." Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário