quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

CARVAO, MOATIZE, TETE EXPLORAÇÃO DE ACORDO COM O PRAZO PREV ISTO

"Exploração do carvão: Projecto de Benga dentro do previsto. O GRUPO australiano Riversdale Mining anunciou esta semana que as instalações de recepção e de preparação de carvão no projecto de Benga, na província de Tete deverão ser concluídas em Setembro próximo, em conformidade com as previsões iniciais. Maputo, Quarta-Feira, 26 de Janeiro de 2011:: Notícias . “A mais recente avaliação do projecto permitiu concluir que o carvão estará disponível para exportação através do Porto da Beira antes do final do ano em curso”, informou o grupo em comunicado divulgado em Sidney e citado pela agência noticiosa “Macauhub”.Estima-se que Benga disponha de reservas de carvão de quatro mil milhões de toneladas, combustível que os analistas entendem estar na origem da oferta pública de aquisição no valor de 3,9 mil milhões de dólares norte-americanos que o grupo anglo-australiano Rio Tinto lançou para a aquisição da Riversdale Mining.Igualmente, o Conselho de Administração da Riversdale Mining, incluindo um representante do grupo indiano Tata Steel, apoiou de forma unânime, a oferta de compra apresentada pela Rio Tinto.Os dois principais accionistas da Riversdale Mining – Tata Steel com 24,2 porcento e a brasileira Companhia Siderúrgica Nacional com 16,29 porcento – são fabricantes de aço que estão fundamentalmente interessados em garantir reservas de carvão metalúrgico.O terceiro principal accionista – Passport Capital – tem vindo a reduzir nas últimas semanas a sua participação de 15,69 porcento, indicando que se prepara para aceitar a oferta da Rio Tinto, que termina a 18 de Fevereiro próximo.Em termos de produção de carvão, espera-se que sejam extraídas, em Benga, quantidades que variam entre dois e quatro milhões de toneladas, devendo ir aumentando até se atingir o pico. Os planos actuais passam por uma elevação das quantidades até 22 milhões de toneladas.Em Moçambique, para além da produção do carvão, a Riversdale possui interesses na construção de uma central térmica para a produção de energia eléctrica. Trata-se de um empreendimento avaliado em mais de 1.3 milhão de dólares norte-americanos.Numa primeira fase, espera-se que a central térmica de Benga produza 500 Mw de energia usando como matéria-prima cerca de 1.3 milhão de toneladas de carvão, devendo aumentar a capacidade até 2014, quando a mesma estiver a funcionar em pleno.Deverá ser nesse período em que esta geradora de corrente eléctrica será interligada à rede nacional de energia, para garantir o melhoramento da qualidade de corrente eléctrica fornecida." Fonte Jornal NOTICIAS

Sem comentários:

Publicar um comentário