sexta-feira, 7 de setembro de 2012

AGROMOZ GRUPO AMÉRICO AMORIM COM PARCEIROS MOÇAMBICANO E BRASILEIRO DESENVOLVE CULTURAS DE SOJA, MILHO E ALGODÃO

"Agromoz aposta nas culturas de soja, milho e algodão


A AGROMOZ Agribusiness de Moçambique, SA, acaba de lançar a primeira fase de produção das culturas de soja, milho e algodão na localidade de Lioma, distrito de Guruè, província da Zambézia.
Maputo, Sexta-Feira, 7 de Setembro de 2012:: Notícias . A Agromoz Agribusiness de Moçambique, SA, é uma sociedade comercial moçambicana participada pelos Grupos Américo Amorim (Portugal); Intelec (Moçambique) e Pinesso (Brasil), com interesses na área da agricultura.Barnabé Zandamela, representante do grupo, considera que Moçambique tem excelentes condições para se tornar uma potência agrícola na região, desde que as condições naturais e logísticas existentes sejam potenciadas de forma coincidente pela iniciativa empresarial e governamental.Segundo Barnabé Zandamela a Agromoz pretende contribuir para o desenvolvimento da Agro-Indústria em Moçambique, através de um modelo de produção que assenta na agricultura mecanizada, cientificamente avançada e socialmente sustentável para grandes áreas.O Grupo Américo Amorim é a maior unidade mundial produtora da cortiça e fundador dos bancos Millennium BCP, Banco Único, banco BIC e é accionista de referência da Galp Energia.Já o grupo brasileiro Pinesso, com implantação no sector agrícola no Brasil há mais de 50 anos, especializou-se no cultivo da soja, algodão, milho e detém larga experiência no sector da pecuária. Em África, o grupo está presente no Sudão, onde explora mais de 20 mil hectares de terra consagrados a produção de soja, algodão e milho. O grupo Intelec Holdings, SA, tem investimentos em vários sectores da actividade económica em Moçambique." Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário