sexta-feira, 20 de julho de 2012

CPLP SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRIÇÃO, BASTARIA ESTE TEMA SER ABORDADO COM MEDIDAS CONCRETAS, PRÁTICAS E OBJECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO E IMPLEMENTAÇÃO E ESTA CIMEIRA ESTARIA PREDESTINADA DE FORMA ÍMPAR A SER UM SUCESSO MUNDIAL!

"Cimeira de Maputo: CPLP dá prioridade à segurança alimentar. SOB O LEMA “A CPLP e os Desafios na Segurança Alimentar e Nutrição”, os líderes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa reúnem-se hoje, em Maputo, na sua IX Cimeira, na qual deverão analisar também o pedido de adesão a membro de pleno direito da Guiné-Equatorial e a situação politica na Guiné-Bissau, cujo governo, imposto pelo golpe de Estado de Abril, não foi convidado a fazer-se representar no encontro. Maputo, Sexta-Feira, 20 de Julho de 2012:: Notícias Nesta cimeira, Moçambique vai assumir a presidência rotativa de dois anos da CPLP, sucedendo a Angola, cujo presidente será o grande ausente no encontro. José Eduardo dos Santos delegou, assim, o seu Vice-Presidente, Fernando da Piedade Dias dos Santos para passar o testemunho da presidência ao Chefe de Estado moçambicano. Esta é a segunda vez que Maputo acolhe uma conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, depois da ocorrida nos dias 16 e 17 de Julho de 2000.Neste encontro, Portugal estará representado pelo respectivo presidente e também pelo seu primeiro-ministro, enquanto Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, serão representados pelos seus presidentes. Angola e Brasil far-se-ão representar pelos vice-presidentes, enquanto a Guiné-Equatorial pelo primeiro-ministro.Além de Chefes de Estado e de Governos vão participar na Cimeira da CPLP o Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e os embaixadores de Boa Vontade da CPLP, Joaquim Chissano e Jorge Sampaio, o Director-Geral da FAO, José Graziano da Silva, bem como representantes das Nações Unidas e da União Africana.Pelo menos 700 pessoas, incluindo delegados estrangeiros, jornalistas moçambicanos e de países da comunidade estavam previsto que tomassem parte no encontro.Ontem, o Conselho de Ministros da CPLP aprovou a agenda da cimeira e propôs a eleição do novo secretário executivo da organização, que poderá ser o moçambicano Isaac Murargy, actual embaixador de Moçambique em Brasília.De acordo com dados apurados pelo Noticias, hoje será ainda entregue o Prémio José Aparecido de Oliveira, lançado na reunião ordinária da do Conselho de Ministros da CPLP, em Luanda, no ano passado.O Prémio José Aparecido de Oliveira tem natureza simbólica, constituindo essencialmente um testemunho de apreço e uma forma pública e solene de homenagear personalidades e instituições que se distingam na defesa, valorização e promoção da CPLP, dos seus princípios, valores e objectivos, e na realização de estudos e trabalhos de investigação sobre estas matérias.Criada em Julho de 1996, a CPLP integra Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe." Fonte jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário