domingo, 16 de outubro de 2011

SAMORA MOISÉS MACHEL: CERMÓNIAS DOS 25 ANOS DA TRAGÉDIA TÊM A PRESENÇA DE CHEFES DE ESTADO ACTUAIS E ANTIGOS:

"25 anos da tragédia de Mbuzini: quatro chefes de Estado aguardados em Maputo
16/10/2011. Pelo menos quatro chefes de Estado de países da região da SADC já confirmaram a sua vinda a Maputo para participarem nas cerimónias centrais do 25º aniversário da tragédia de Mbuzini, ocorrida a 19 de Outúbro de 1986, na África do Sul, vitimando o primeiro Presidente de Moçambique, Samora Machel.A primeira parte da cerimónia terá lugar esta segunda-feira, em Mbuzini, a partir das primeiras horas da manhã, e contará com a participação dos presidentes Armando Guebuza e Jacob Zuma.Não está ainda confirmada a participação nas cerimónias que terão lugar na Praça da Independência, na cidade de Maputo, dos Presidentes Robert Mugabe do Zimbabwe, Bingu wa Mutharika do Malawi, Jakaya Kikweti da Tanzania e Ian Seretse Kama do Botswana. Ainda em termos de convidados estrangeiros espera-se a vinda do antigo presidente da Zâmbia, Keneth Kaunda, e de Maria Nyerere, viúva do antigo presidente da Tanzania.Na evocação de Samora Machel nesta segunda-feira em Mbuzini são esperadas cerca de 3 a 4 mil pessoas que assistirão variadas manifestações políticas e culturais.De acordo com o programa, os convidados de honra deverão depositar uma coroa de flores no Memorial de Mbuzini, destacando-se os presidentes Guebuza e Zumba, a senhora Graça Machel, o governador da província de Mpumalanga (África do Sul), familiares dos mártires de Mbuzini, sobreviventes da tragédia e membros dos governos de Moçambique e da Áfrca do Sul e outros dignatários. Seguir-se-á um culto ecuménico.Já no dia 19 de outúbro, quarta-feira, as cerimónias de evocação do primeiro estadista moçambicano prevêm a deposição de uma coroa de flores na Praça dos Heróis e o descerramento da placa inaugurativa de um monumento na Praça da Independência, constituido por uma Estátua de bronze de 12 metros de altura e cerca de 12 toneladas de peso, fabricada na Coreia do Norte.Prevê-se que a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, em visita “relâmpago” a Moçambique, deposite uma coroa de flores na Praça dos Heróis na quarta-feira, 19." Fonte Rádio Moçambique.











Sem comentários:

Publicar um comentário