sexta-feira, 9 de setembro de 2011

CALOR INTENSO EM MAPUTO - CENTENAS DE PESSOAS VÃO À PRAIA

"Intenso calor leva centenas à praia. CENTENAS de pessoas recorreram ontem às praias da Miramar, Costa do Sol e Catembe, do outro lado da baía do Maputo, face ao intenso calor que se registou ontem na cidade das acácias. Maputo, Sábado, 10 de Setembro de 2011:: Notícias .Informações do Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) indicam que a capital do país registou uma temperatura máxima de 37,3 graus Celsius por volta das 15.00 horas e uma mínima de 16,4 graus, antes do nascer do sol.Sérgio Buque, do INAM, explicou que esta situação é causada pela ocorrência de baixas pressões sobre a África do Sul, com ventos do noroeste transportando ar continental quente e seco. A situação vai prevalecer até o próximo dia 14, mas com um ligeiro abrandamento amanhã, dia em que estão previstas temperaturas máximas entre 33 e 35 graus Celsius. “As temperaturas voltam a subir entre segunda e terça-feira, em que serão registadas máximas de 36 a 38 graus Celsius”, disse. Por causa desta situação, as praias da Miramar, Costa do Sol e da Catembe acolheram milhares de citadinos que procuravam a melhor maneira e lugar para escapar do intenso calor que se fez sentir ontem.As enchentes registadas ontem naquelas praias não são comuns nos dias úteis da semana, presumindo-se que grande parte dos banhistas viu-se na obrigação de abandonar os seus afazeres para se refrescar na praia.Os banhistas, entre os quais jovens, adultos, adolescentes e crianças, estes últimos dois grupos em maior número, buscavam a melhor forma de atenuar o impacto do calor. A estes grupos juntavam-se os vendedores de comidas e diferentes tipos de bebidas alcoólicas.Aspecto negativo é o facto de não se olhar para os consumidores deste tipo de bebidas, com os adolescentes e jovens a se destacarem no consumo.A afluência às praias da Costa do Sol principalmente foi de tal forma que a partir do chamado Calçadão, em frente ao Centro de Conferências Joaquim Chissano, eram visíveis centenas de pessoas e longas filas de carros que pretendiam encontrar um espaço para melhor se posicionarem pela marginal." Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário