terça-feira, 8 de março de 2011

MANICA - Produção global rende mais de nove biliões de meticais


"A província de Manica prevê arrecadar, durante o presente ano, uma produção global estimada em nove biliões, 395 milhões e 90 mil meticais. O facto foi revelado há dias, pela governadora de Manica, Ana Comoane, na sessão extraordinária do Governo Provincial realizada em Chimoio, por ocasião da recente visita àquela província, da brigada do Conselho de Ministros que, durante quatro dias, procedeu à verificação do grau de cumprimento das recomendações do Presidente da República, Armando Guebuza, emanadas aquando da sua última visita àquela província. . Maputo, Quarta-Feira, 9 de Março de 2011:: Notícias . Os sectores da agricultura e pecuária, indústria e pescas, transportes e comunicações e hotelaria e turismo, foram apontados pela governadora como sendo os que se pretendem venham a contribuir para o alcance desta produção.
Com efeito, segundo a governadora de Manica, previsões indicam para o sector da agricultura e pecuária, 68,9 porcento da produção global, seguindo-se a indústria e pescas com 21,5 porcento, transportes e comunicações com 8, 7 porcento e hoteleiro com 0,9 porcento. No exercício do ano anterior, Manica previa produzir 9.395,91 mil milhões de meticais, mas apenas conseguiu 8.944,28 mil milhões, representando um decréscimo na ordem de 2,9 porcento comparativamente ao ano anterior. Este decréscimo deveu-se à redução dos níveis de produção agrícola devido à estiagem verificada na campanha 2009/2010, que afectou, principalmente, a produção de cereais e leguminosas, bem como no abastecimento de água a alguns tanques piscícolas e nos próprios rios e lagoas.No informe, a governadora de Manica destacou que há a necessidade de melhorar os níveis de colecta de receitas, com a previsão de arrecadação de 775,50 mil milhões de meticais para os cofres do Estado, bem como o reforço do controlo da evasão fiscal. A governadora de Manica apresentou, igualmente, à brigada ministerial o que chamou de “preocupações da província”, tendo destacado a problemática da prevalência das restrições comerciais às frutas da província, nomeadamente manga, banana, lichies e outras, como consequência da praga da mosca de fruta. Outra das preocupações apresentadas pela governante relaciona-se com a dificuldade de enquadramento de funcionários do Estado, com mais de 35 anos de idade, sem visto do Tribunal Administrativo, situação que afecta, neste momento, pelo menos 498 trabalhadores. As 48 salas de aulas, cujas obras de construção com o financiamento e gestão central, foram abandonadas em Gondola e Sussundenga, a poluição de rios na província, a falta da ponte sobre o rio Muira, os atrasos na conclusão das bombas de combustíveis em construção nos distritos devido à fraca capacidade dos empreiteiros e as dificuldades de exportação de baby corn, da Companhia de Vanduzi para a África do Sul, através do Zimbabwe, são outras das preocupações de Manica que Comoane fez saber à brigada ministerial. De um modo geral, a governadora de Manica disse que a província tem vindo a registar um crescimento assinalável em vários domínios, destacando os sectores da agricultura, pecuária, exportações, indústria transformadora, entre outros como sendo os que deram maior contributo.Víctor Machirica" Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário