domingo, 2 de junho de 2013

TAP TRANSPORTADORA AÉREA PORTUGUESA INICIA ESTE MÉS CINCO VOOS SEMANAIS PARA MOÇAMBIQUE

"TAP perspectiva voos diários para Moçambique


A companhia aérea portuguesa vai continuar a aumentar a frequência de voos para Maputo e caso a situação se justifique poderá passar de cinco voos semanais para um voo diário.Maputo, Segunda-Feira, 3 de Junho de 2013:: Notícias                  
A informação foi avançada quinta-feira última, em Maputo, pelo Presidente do Conselho de Administração da TAP, Fernando Pinto, para quem Moçambique foi e continua a se apresentar como um pólo de crescimento estratégico para a companhia portuguesa. Falando durante a cerimónia de atribuição de certificados às agências de viagem que melhor colaboraram com a TAP em 2012, o PCA daquela companhia reiterou que a sua empresa sempre acreditou no mercado moçambicano.“A TAP esteve sempre com Moçambique, mesmo nos momentos difíceis nós acreditámos neste mercado. Agora o país começa a ser admirado pelo mundo, sobretudo pelo trabalho que está a ser desenvolvido pelos moçambicanos, e nós reiteramos o compromisso que temos desde a década de 1940 quando iniciámos os voos para o país”, indicou.O PCA da TAP falou dos níveis de crescimento que a companhia tem estado a registar nos últimos anos, considerando que os mesmos se situam a uma média de dez por cento por ano."Somos neste momento a maior exportadora portuguesa e no caso de Moçambique pretendemos continuar a incrementar o nosso investimento. É preciso dizer que os dois voos adicionais que realizamos representam um investimento de cerca de 100 mil euros”, indicou a fonte que considera que a sua companhia continua a apresentar custos internos melhores que a maioria das empresas europeias.O dirigente da TAP também falou do projecto de privatização da empresa considerando que o mesmo vai prosseguir."A partir de Setembro vai reiniciar o processo de privatização e isso criará mais capacidade de investimento para a empresa”, referiu Fernando Pinto, que também recordou que a TAP é uma empresa lucrativa, sobretudo porque sempre soube se reajustar às exigências dos mercados.Ao presidente da TAP, que visitou pela primeira vez Moçambique, coube ainda entregar os troféus às companhias que se destacaram na colaboração com a empresa durante o ano de 2012.Mais uma vez, o primeiro lugar coube à Cotur, seguida pela Fly Well, Quinta Essência, Aquário, Moçambique Expresso, Dana Agency, entre outras." FONTE JORNAL NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário