quinta-feira, 6 de junho de 2013

PORTOS DE BEIRA, MAPUTO E NACALA MOÇAMBIQUE EM FORUM INTERNACIONAL A REALIZAR NA ÁFRICA DO SUL EM AGOSTO DE 2013 NA CIDADE DO CABO

"Portos de Maputo, Beira e Nacala: Gestão de terminais atrai países africanos


MOÇAMBIQUE vai partilhar a sua experiência na planificação e gestão dos programas de expansão dos terminais de carvão nos Portos da Matola, Beira e Nacala, na edição deste ano do Fórum Africano da Evolução de Portos, a ter lugar em Agosto próximo na cidade do Cabo, na África do Sul.
Maputo, Quinta-Feira, 6 de Junho de 2013:: Notícias                  
O facto vai marcar a participação do nosso país no evento, organizado com o objectivo de promover o debate sobre os vários projectos de modernização e expansão de portos no continente, reconhecendo a relevância que eles têm no desenvolvimento económico do continente.Outro dos objectivos é demonstrar como os investimentos no sector portuário podem ajudar a reduzir os custos de transporte e aumentar os tempos de trânsito na circulação de carga dos mercados de produção para os centros de consumo.Segundo dados divulgados na página oficial do evento, muitos portos e Terminais em África enfrentam graves problema de congestionamento devido sobretudo à morosidade que caracteriza os procedimentos de desembaraço aduaneiro das mercadorias, rituais de segurança e às elevadas taxas de operação marítima.  O evento vai igualmente apreciar o nível de preparação dos portos africanos para receber os novos e modernos navios de grande tonelagem que estão a ser desenvolvidos pela indústria do ramo, em resposta à demanda de transporte ditada pelo aumento do comércio entre os países.Dos vários temas a serem apresentados durante os dois dias do evento, destacam-se os desafios da segurança portuária em África, o financiamento do desenvolvimento de infra-estruturas por via de parcerias Público-Privado capazes de elevar a produtividade dos portos e criar-lhes competitividade à escala global. No contexto regional, a organização do Fórum Africano de Evolução dos Portos entende que a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) precisa incentivar uma maior cooperação entre os países costeiros e os do hinterland, de modo a contribuir melhor para a redução dos custos do comércio e transporte na região.O pressuposto é de que os portos da região não devem agir numa perspectiva de competição no acesso ao mercado, mas sim na melhoria da sua eficiência. A filosofia na região, segundo os promotores do evento, é mais de complementaridade do que de competição. A experiência de Moçambique será apresentada pelo Presidente do Conselho de Administração da Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC), Osório Lucas, que vai dissertar sobre os projectos de expansão dos terminais de carvão da Matola, Beira e Nacala, como eixo para uma abordagem que deverá dar enfoque aos vários projectos de desenvolvimento em curso sobretudo no Porto de Maputo. O Porto de Maputo aprovou um investimento de 322 milhões de dólares para o triénio 2012 a 2014, em obras de dragagem, construção de novos cais de acostagem e desenvolvimento dos terminais de carga." FONTE JORNAL NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário