quarta-feira, 11 de setembro de 2013

ANADARKO MOÇAMBIQUE "PARA BREVE ASSINATURA DE CONTRATOS DE GÁS DO ROVUMA"

"Para breve assinatura de contratos de gás do Rovuma

Al walker anadarko ceoA multinacional petrolífera norte-americana Anadarko já está a fazer contactos junto aos seus potenciais clientes para o fornecimento de gás natural extraído da Bacia do Rovuma, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, onde foram descobertas quantidades massivas de gás natural. Como resultado destas descobertas, Moçambique está prestes a integrar a liga dos maiores exportadores de Gás Natural Liquefeito (GNL) do mundo inteiro. Também contribui para o efeito, a sua localização geográfica, ou seja proximidade do continente asiático, e o desejo dos países daquela região de diversificar suas fontes, para além do Qatar e da Austrália.
“Acreditamos que vamos anunciar ao longo deste e do próximo ano a assinatura de vários acordos”, anunciou, terça-feira, o director executivo da Anadarko, Al Walker, falando durante uma conferência sobre o GNL na capital japonesa Tóquio.
Fonte próxima das negociações disse que a Anadarko poderá assinar contractos com cerca de 20 clientes.Segundo Walker, a Anadarko prevê iniciar a exportação de GNL em 2018, tendo já concluído 90 por cento do pré-planeamento do design de engenharia (Front End Engineering Design - FEED) no mar e 60 por cento em terra firme. Até o final do corrente ano os investimentos da Anadarko deverão atingir três biliões de dólares ao largo da costa moçambicana, onde descobriu depósitos estimados entre 35 a 65 triliões de pés cúbicos de gás natural recuperável na Área 1, disse Walker. A multinacional Americana tenciona iniciar a produção com quatro unidades de liquefacção de gás natural, disse Walker, para de seguida acrescentar que este número poderá chegar a 10 num futuro próximo. Para o efeito, a Anadarko já possui uma área de sete mil hectares. Aliás, no seu portal da internet, a Anadarko afirma que está a projectar uma capacidade de produção anual de 50 milhões de toneladas.
Refira-se que a Anadarko formou uma parceria com a sua congénere italiana ENI para o desenvolvimento conjunto do gás natural na Bacia do Rovuma. Até agora já foram descobertas mais de 190 triliões de pés cúbicos de gás natural na bacia do Rovuma em cabo Delgado.
(RM/AIM)" FONTE RÁDIO MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário