sexta-feira, 29 de outubro de 2010

MOÇAMBIQUE - OS TRANSPORTES SÃO DETERMINANTES - 12 - AEROPORTO DE MAPUTO

Aeroporto de Maputo: Ensaiam-se novas instalações

ESTÁ desde ontem a funcionar, em fase experimental, a Terminal Internacional de Passageiros das novas instalações do Aeroporto Internacional do Maputo, concluído que foi o processo de ensaio dos equipamentos e treinamento do pessoal responsável pela sua operacionalização. Numa primeira fase, a infra-estrutura vai receber apenas os voos da companhia aérea nacional, as Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), ficando as restantes para mais tarde.Maputo, Sexta-Feira, 29 de Outubro de 2010:: Notícias
Sem precisar datas, Manuel Veterano, presidente do Conselho de Administração dos Aeroportos de Moçambique, garantiu que a nova terminal será inaugurada ainda este ano, assim que terminar a fase experimental e não for detectada nenhuma irregularidade.Falando ontem depois da abertura ao público daquelas instalações, Veterano afirmou que a expectativa é que a MEX, companhia aérea privada nacional, seja a próxima a fazer o uso das novas instalações.Trata-se de uma infra-estrutura com 13 balcões para “chek-in”, ou seja confirmação dos bilhetes, dois centros de identificação e recolha de bagagens e com uma capacidade instalada para receber 900 mil passageiros por ano.O ensaio foi antecedido pelo treinamento do pessoal para lidar com a nova realidade e ainda de recrutamento de mão-de-obra qualificada para garantir que na hora do arranque da nova terminal de passageiros, tudo esteja conforme o previsto.Antes disso, foi entregue e já em funcionamento a Sala VIP destinada aos chefes de Estado, edificada numa área afastada do resto do edifício, na zona da base aérea, com uma pista para manobras das aeronaves e o respectivo estacionamento. A vice-ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Ribeiro, presente na cerimónia, afirmou que a infra-estrutura dignifica o país, sendo por isso que, segundo ela, há uma necessidade de observar e alertar para qualquer anomalia que for detectada durante a fase experimental em curso, bem como para a sua preservação. Orçadas em 75 milhões de dólares americanos, as obras de reabilitação e modernização do aeroporto estão a cargo da empresa chinesa Anhui Foreign Economic Construction Corporation (AFECC) com base num empréstimo concedido pelo Exim Bank da China. " Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Publicar um comentário