segunda-feira, 3 de agosto de 2015

TETE, MOÇAMBIQUE UMA TERRA DE OPORTUNIDADES

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, considera que a província de Tete é terra de oportunidades em diferentes domínios de desenvolvimento socio-económico do país.
Falando sexta-feira numa conferência de imprensa que marcou o termo da sua visita de trabalho de quatro dias a Tete, Nyusi deu exemplo da área agrícola, onde a produção está a avançar e as técnicas para o aumento da produtividade estão a ser disseminadas. Ele sente que é preciso embarcar agora no agro-processamento.
“Vimos também grandes oportunidades na pecuária. Tal como em Manica (vizinha província que escalou anteriormente), aqui em Tete há processamento também de carne, mas desta feita de cabrito”, disse.
Sobre o sector do Turismo Nyusi afirmou que a unidade hoteleira que inaugurou na manhã de sexta-feira na capital provincial enquadra-se no rol das oportunidades que a província possui, tal como também o sector da mineração, que vem criando muitos postos de emprego.
“A província está a criar oportunidades e isto vai merecer carinho da nossa parte”, destacou o Chefe do Estado.
“Sentimos igualmente que é preciso agora trabalhar para o mercado”, acrescentou Nyusi, explicando que não é por falta de mercado, mas porque é preciso facilitar o agricultor para que não faça o trabalho de procura do mercado e se concentre mais na produção.
Sendo assim, segundo o estadista, é necessário que se criem condições para a existência de transporte, melhorando as vias de acesso que são importantes para o escoamento de produtos.
Em Tete Nyusi visitou sucessivamente os distritos de Changara, Chiúta, Tsangano e na sexta-feira a capital provincial, onde concluiu que o plano de governação está a ser materializado. Contudo, disse haver ainda algumas preocupações apresentadas pelas populações destas zonas e que precisam de uma análise mais aprofundada com vista à sua solução.
Por isso mesmo revelou que se vai enviar dentro de duas semanas uma equipa multi-sectorial para estudar estes problemas no terreno.
Tete é a última etapa da primeira visita de Nyusi às províncias desde que tomou posse a 15 de Janeiro do ano corrente como Presidente da República.
No total Nyusi escalou todas as capitais provinciais, 45 distritos, dos quais quatro municipais, quatro localidades, uma povoação e 24 municípios que não são necessariamente capitais.
Na hora de balanço destas visitas o estadista conclui que os objectivos foram alcançados.
“Já temos os parâmetros iniciais do trabalho que a governação necessita. Estou a dizer que conseguimos ver o ponto de partida e isto vai permitir o exercício comparativo em todos os momentos. Conseguimos também ter a sensibilidade da nossa posição em relação ao povo, o nosso patrão”, afirmou.
DAMIÃO TRAPE, da AIM"
FONTE: JORNAL NOTICIAS DE MOÇAMBIQUE

Sem comentários:

Publicar um comentário