terça-feira, 19 de julho de 2011

BRASIL APOSTA BRASILEIRA EMPRESARIAL EM MOÇAMBIQUE

"Ambiente de negócios "é acolhedor para empresas brasileiras" (C/FOTOS)

19 de Julho de 2011, 17:15. Maputo 19 jul (Lusa) - A aposta das empresas brasileiras em Moçambique mostra que o ambiente de negócios no país está cada vez mais acolhedor, disse à Lusa o presidente da Câmara de Comércio Moçambique-Brasil, Rogério Samo Gudo. Segundo Rogério, nos últimos anos as emprbrasileiras investiram mais de três mil milhões de dólares (cerca de 2,1 mil milhões de euros), nas áreas de minas, infraestruturas, serviços e agricultura. O investimento de maior vulto é o do gigante mineiro Vale, que detém a maior concessão de carvão de Moçambique em Moatize, província de Tete, centro, um projeto mineiro avaliado em cerca de 1,2 mil milhões de euros. Alem da Vale, o presidente da Câmara e Comércio Moçambique -- Brasil, destacou a presença das construtoras Camargo Corrêa, Odebrecht e Zagope, em importantes obras em Moçambique."As grandes empresas brasileiras de engenharia, como a Camargo Corrêa e Odebrecht estão em grandes projetos moçambicanos, entre eles, a Barragem de Moamba -- Major, a estrada para Cabo Delgado, uma linha férrea de cerca de 900 quilómetros, entre Tete e Nacala, a expansão do Porto da Beira e expansão do Porto de Nacala, barragem hidroelétrica de Mpanda Nkua", referiu Rogério Samo Gudo.Na quinta-feira chega a Maputo uma importante delegação de empresários brasileiros, organizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), com 30 empresários de vários setores de atividade. O presidente da Câmara do Comércio Moçambique -- Brasil apontou as afinidades culturais e linguísticas entre os dois países como um dos fatores que podem facilitar a inserção das empresas brasileiras no mercado moçambicano. HYC/LAS. Lusa/fim" Fonte SAPO MZ

Sem comentários:

Publicar um comentário