terça-feira, 23 de abril de 2019

FRANCISCO PEREIRA, PRESIDENTE DA DIRECÇÃO EXECUTIVA DO GABINETE DE RECONSTRUÇÃO , COM SEDE NA BEIRA, PARABÈNS!

"DIRECÇÃO EXECUTIVA DO GABINETE DE RECONSTRUÇÃO PÓS CALAMIDADES Presidente da AECOPS considera acertada a nomeação do Eng. Francisco Pereira Beira (O Autarca) – Reagindo a nomeação, semana passada, do Eng. Francisco Pereira para a Direcção Executiva do Gabinete de Reconstrução pós calamidades (ciclone Idai e inundações no centro do país), estar baseado na cidade da Beira, o Presidente da Associação dos Empeiteiros de Construção de Obras Públicas de Sofala (AECOPS), o Eng. Mário Amaral, congratulou a designação, considerando trata-se de uma figura de reconhecido mérito. “É sem dúvidas uma escolha acertada, tendo em conta que o Eng. Francisco Pereira é um quadro com créditos firmados. Estamos a falar de uma figura com conhecimento da génese da Beira, tanto que já trabalhou em projectos de reabilitação urbana de Maputo e Beira, e participou em diversos estudos de planos directores de algumas cidades moçambicanas no domínio das infraestruturas” – sublinhou Mário Amaral. Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa, Portugal, em 1974, Francisco Pereira desde da independência nacional esteve sempre ligado ao sector de Obras Públicas, tendo de 1975 a 1980 exercido a função de Presidente da Junta Autónoma de Estradas de Moçambique (depois Direcção Nacional de Estradas), onde dirigiu a elaboração do Plano Director de Desenvolvimento da Rede Rodoviária, a organização dos meado Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Fundo de Estradas, cargo que ocupou até ser designado em Janeiro de 2010 Vice-Ministro das Obras Públicas e Habitação. Em 2005 foi eleito Presidente da Assembleia Geral da Ordem dos Engenheiros de Moçambique, tendo sido reeleito em 2010 até 2015. Já esteve a trabalhar como profissional de Engenharia Civil, em momentos diferentes, em Portugal, GuinéBissau, São Tomé e Príncipe e Angola. O Presidente da Associação de Empeiteiros de Construção de Obras Públicas de Sofala (AECOPS), o Eng, Mário Amaral, disse esperar que o gabinete a ser dirigido pelo Eng. Francisco Pereira corresponda a expectativa que gravita em torno do seu objecto, defendo a necessidade de celeridade e eficácia na reconstrução das infra-estruturas destruídas pelos efeitos conjugados do ciclone Idai e cheias na região centro do país, principalmente na cidade da Beira onde o tecido empresarial foi um dos mais prejudicados.■ (Chabane Falume) Mário Amaral, Presidente da AECOPS Serviços de Manutenção de Estradas e participado no processo de criação de empresas estatais de construção e manutenção de estradas. Entre 1980 e 1988 exerceu as funções de Director Nacional de Economia e de Construção no Ministério de Construção e Águas, com a responsabilidade de elaboração e controle dos planos anuais e plurianuais de construção e, igualmente, a direcção dos sectores de habitação e edifícios públicos. Em 1999 foi designado VicePresidente da Administração Nacional de Estradas e depois, em 2004, com a criação do Fundo de Estradas foi no"
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário