sexta-feira, 21 de julho de 2017

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÃO JOSÉ DA BEIRA, MUNHAVA, TEM DA APOIO DA CORNELDER DE MOÇAMBIQUE

Cornelder de Moçambique oferece equipamento informático a Escola Secundária São José A foto ilustra o momento em que o Padre Vitorino Lucas, director da Escola Secundária São José, enaltecia o gesto solidário manifestado pela empresa Cornelder de Moçambique. Na imagem, Jan de Vries, director executivo da Cornelder de Moçambique, o segundo da direita para a esquerda çambique enquadra-se nas actividades de responsabilidade social da empresa. O director da Escola Secundá- ria São José, o Padre Vitorino Lucas, enalteceu a iniciativa da Cornelder de Moçambique e disse que o equipamento oferecido vai minimizar as necessidades decorrentes do processo de promoção do ensino de informática aos mais de 1700 alunos que frequentam o estabelecimento. O director executivo da Cornelder de Mocambique, Jan de Vries, disse ser um enorme prazer a sua empresa apoiar a Escola São José nos esforços que visam beneficiar as comunidades locais. Lembrou que o bairro da Munhava está localizado próximo da zona portuária e nele habitam muitas pessoas que desenvolvem trabalhos no Porto da Beira. “Podemos ajudar várias iniciativas, mas é muito importante o nosso apoio para o benefício da comunidade da Munhava, onde acreditamos que vivem muitos dos nossos colaboradores” – referiu Jan de Vries. Importa salientar que, anteriormente, a Escola Secundária São Jose já se beneficiou de outros apoios da Cornelder de Mocambique.■ (Chabane Falume) Beira (O Autarca) – A empresa Cornelder de Moçambique, concessionária do Porto da Beira, ofereceu cinco computadores, um projector e uma tela móvel a Escola Secundária São José, na Munhava, cidade da Beira. Trata-se de um estabelecimento de ensino pertencente a Igreja Católica. A escola que lecciona da oitava a 12ª classes possui uma sala para o ensino de informática. O gesto da Cornelder de MoFornecimento de energia condiciona saida do jornal Beira (O Autarca) – "
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário