sexta-feira, 14 de julho de 2017

AMÉRICO AMORIM, GRANDE EMPREENDEDOR, PALAVRA MÁGICA PARA SI: MOÇAMBIQUE!


AMÉRICO AMORIM, CONHECIO-O HÁ BOCADO, DECIDIDO E DETERMINADO!



SÓ ME RECORDO DO PRIMEIRO ENCONTRO COM ELE, ALGURES ENTRE 1979/1980, EU TRABALHAVA NA STAR – TRANSITÁRIOS, QUEM ORGANIZOU TUDO FOI MANUEL SOARES, TAMBÉM DA STAR.

DESDE AÍ FUI-ME ENCONTRANDO COM ELE OCASIONALMENTE, EM EVENTOS PÚBLICOS, ATÉ SER NOMEADO CONSUL GERAL HONORÁRIO DE MOÇAMBIQUE NO PORTO E ZONA NORTE DE PORTUGAL, ELE JÁ ERA CONSUL DA HUNGRIA. DESDE ESSA DATA ATÉ À SUA DOENÇA QUE O LEVOU, OS ENCONTROS ERAM MAIS HABITUAIS. ERA ÁVIDO DE NOTICIAS DE MOÇAMBIQUE, SEMPRE ME RECEBEU OUVIU E DE IMEDIATO FAZIA TELEFONEMAS. PARA AMÉRICO AMORIM ERA UMA GRANDE PREOCUPAÇÃO A QUALIDADE E EFICIÊNCIA DAS SUAS EMPRESAS. NUNCA TEVE UMA GREVE NO SEU GRUPO, EXPLICOU-ME PORQUÊ. QUANTAS VEZES QUEM ME LEVOU DO PORTO AO SEU ESCRITÓRIO FOI O INCANSÁVEL SR ANIBAL MUCHA, CONCEITUADO PROPRIETÁRIO DE UM BOM SERVIÇO DE TÁXIS PARA EMPRESAS.

O ÚLTIMO ENCONTRO EMPRESARIAL NA SUA EMPRESA EM QUE ESTIVE, TAMBEM ESTEVE A EMBAIXADORA DE MOÇAMBIQUE FERNANDA MOISÉS LICHALE, A SUA FILHA MARTA TAMÉM ESTEVE PRESENTE, ENTRE OUTROS GESTORES DO GRUPO AMÉRICO AMORIM.

NUNCA ESQUECEREI TAMBÉM O SEMPRE DISPONIVEL E EFICIENTE SECRETÁRIO ASSESSOR, JOSÉ LUIS, NUNCA DESCUROU A MARCAÇÃO DE UM ENCONTRO COM AMÉRICO AMORIM E A MINHA PESSOA, HAVIA UMA PALAVRA, CHAVE, QUIÇÁ MÁGICA, PRIORITÁRIA PARA ESTES ENCONTROS:MOÇAMBIQUE!

DESCANSE EM PAZ, GRANDE EMPREENDEDOR!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"Morreu Américo Amorim, o mais rico de Portugal Américo Amorim morreu nesta quinta-feira (13), aos 82 anos, vítima de problemas de saúde que já o afectavam há algum tempo. O empresário, que nos últimos anos surgiu na revista Forbes como o homem mais rico de Portugal, é descrito como um "self-made man" que conseguiu construir um dos maiores impérios industriais de Portugal. Américo Ferreira de Amorim, que morreu nesta quinta-feira, estava prestes a completar 83 anos, nasceu em Mozelos, Santa Maria da Feira, em 21 de julho de 1934. Segundo os relatos da imprensa, teve uma infância modesta, fez o Curso Comercial no Porto e foi trabalhar nos anos 50 para a empresa de cortiça da família. Depois viajou pelo mundo. "Estive durante quatro anos e meio fora de Portugal, nos caminhos de ferro, em segunda classe e a dormir em pensões. Andei pela América do Sul, Europa Central e Ásia. Conheci povos, mentalidades, culturas, guetos de poder, sociedades desfavorecidas. Fiquei com a ideia de como era o globo. Foi uma universidade fantástica", afirmou, citado pela revista Visão. Nos últimos anos, Américo Amorim surgiu quase ininterruptamente na revista Forbes como o homem mais rico de Portugal. Na lista anual de 2016 da revista surgem 1.810 milioná- rios e o empresário português ocupa a posição 369, a mesma do ano anterior, com uma fortuna estimada em 4,1 mil milhões de dólares (3,7 mil milhões de euros). Atrás dele, mas a larga distância, aparecem dois outros portugueses, Alexandre Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo. "Não me considero rico. Sou trabalhador".■ (Redacção/ DN_ "
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE, edição 14 de Julho de 2017.

Sem comentários:

Publicar um comentário