sábado, 4 de maio de 2019

LINGUA PORTUGUESA E CULTURA CPLP ASSINALA AMANHA 5 DE MAIO DE 2019 EM 56 PAISES


LINGUA PORTUGUESA E CULTURA CPLP  ASSINALA   AMANHA 5 DE MAIO DE 2019 EM 56 PAISES
( fonte Diário de Moçambique).
“O DIA DA LINGUA PORTUGUESA E DA CULTURA DA COMUNIDADE DE PAISES DE LINGUA OFICIAL PORTUGUESA – CPLP, QUE SE CELEBRA AMANHÃ, VAI SER ASSINALADO COM INICIATIVAS EM 56 PAISES, COM DESTAQUE PARA A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDASPARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA ( UNESCO) , CUBA, CHINA E RÚSSIA, SEGUNDO PROGRAMA ONTEM APRESENTADO.
O programa do DIA DA LINGUA E CULTURA DA CPLP, que decorre desde meados de Abril e se prolonga  até finais de Maio corrente, foi apresentado, em Lisboa, pelo presidente do CAMÕES – INSTITUTODA COOPERAÇÃO E DA LÍNGUA, Luis Faro Ramos......”
A TALHE DE FOICE:
COMO AS CULTURAS SE CRUZAM, AS CONTRIBUIÇÕES LINGUISTAS COMPLETAM A LINGUA PORTUGUESA, A HISTÓRIA DE ENRIQUECE, A GASTRONOMIA E OS PRODUTOS ALIMENTARES  E BEBIDAS DESEMPENHAM TAMBÉM O SEU PAPEL!
Sobre o milho há defensores da teoria que terá ido da América Central para a Europa no século dezasseis. Porém numa das crónicas da viagem de Vasco da Gama em 1498, século quinze portanto, os portugueses sabem o seu nome MILHO e lhes é servido no litoral de Moçambique, cozido com peixe.
Frei João Santos em Ethiópia Oriental, em 1586, vi “Muitas figueiras da índia, que dão mui grandes ramos de figos, os quaes são do tamanho de pepinos, e quando são maduros fazem-se amarelfos, e cheiram, e sabem muito bem. Alguns ramos de figos vi nesta terra que tinha cada um delles setenta figos, e mais, todos juntos em uma pinha, como um cacho de uvas, e escassamente o podia um homem levantar do chão.” Curiosamente trata-se de BANANAS, hoje as linguas sena de Sofala e nyungwe de Tete, mantem a palavra original portuguesa para chamar BANANA, FIGO ou MAFIGO e ná alteramos para BANANA. Também nas crónicas da viagem de Vasco da Gama os portugueses chamam figo da Índia à banana, palavra ainda inexistente.
E o Mocato ou Mikate referido na Ethiópia Oriental, em 1586, até hoje existente nas várias Provincias de Moçambique, tipo pão, confeccionado de várias maneiras diferentes, não terá sido a origem da BROA DE AVINTES em Vila Nova de Gaia Portugal???? E porque não?
Camões viveu na Ilha de Moçambique e em Sofala.
AMANHÃ COMEMOREMOS O DIA DA LINGUA PORTUGUESA E DA CULTURA DA CPLP
“Portugal não é o proprietário da lingua portuguesa. A lingua portuguesa é falada por mais de 270 milhões de pessoas em todos os continentes e há um envolvimento progressivo dos outros paises da CPLP”, disse LUIS FARO RAMOS.

Sem comentários:

Publicar um comentário