quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

25 MIL CASAS RESIDENCIAIS INICIARAM A SUA CONSTRUÇÃO NO BAIRRO DA MARAZA CIDADE DA BEIRA , PROJECTO PROMOVIDO PELO CONSELHO MUNICIPAL DA BEIRA, PELO QUE SE PROPÕE TERA BOA URBANIZAÇÃO, BOA ILUMINAÇÃO , SEM LIXO E BONS ARRUAMENTOS E SEGURANÇA.

"Inicia a construção de 25 mil casas na cidade da Beira Beira (O Autarca) – O Conselho Municipal da Beira realizou, ontem, a cerimónia tradicional para dar início a implementação material do projecto de construção de 25 mil casas usando uma tecnologia de baixo custo mas que oferece resiliência e padrões arquitectónicos modernos. Fundamentalmente a componente resiliência é uma exigência de carácter obrigatório sobretudo quando se trata de projectos desenvolvidos pelo sector público, para o enfrentamento dos riscos decorrentes das mudanças climáticas sobre os quais a Beira é uma cidade altamente propensa. A cerimónia tradicional que antecede o lançamento da primeira pedra é uma prática costumeira local que  é realizada sempre que vai iniciar uma obra valiosa, para pedir a intercessão dos ancestrais para o bom curso dos trabalhos. O mega-projecto habitacional está a ser efectivado numa nova área residencial aberta no bairro da Maraza, devidamente urbanizada, que beneficiará de espaços e infraestruturas públicos, tais como mercados, unidades sanitárias e escolares, postos policiais, arruamentos, sistemas de esgoto, drenagem, água canalizada, electricidade, entre outras. Numa primeira etapa serão construídas 100 casas pilotos evolutivas, numa empreitada que conta com fundos dispoonibilizados pela Holanda, no valor de 2 milhões de euros e a execução está a cargo da empreiteira moçambicana Ceta. Falando à imprensa a margem da cerimónia tradicional, o Presidente do Município, Daviz Simango, reiteirou que o projecto já em marcha está essencialmente orientado à camada jovem e contempla características mistas para albergar todos os estratos sociais. No âmbito da promoção de habitação condigna para foverecer camadas de baixa renda, o Município da Beira está a implementer um projecto idêntico no bairro de Inhamízua.■ (Érica Chabane)"
FONTE: JORNAL O AUTARCA DE MOÇAMBIQUE.

Sem comentários:

Publicar um comentário