quinta-feira, 19 de maio de 2022

SAO TOME E PRINCIPE VAI RELANCAR A PESCA INDUSTRIAL, PARABENS, EXCELENTE!

São Tomé e Príncipe vai relançar a pesca industrial  Maio 19, 20222 0 Por Manuel Dênde, Jornalista da Agência STP-Press São Tomé (São Tomé e Príncipe), 19 Mai. 2022 (STP-Press) – São Tomé e Príncipe vai relançar a pesca industrial na sua zona económica exclusiva, com base num investimento directo estrangeiro no valor de 40 milhões de Euros, – apurou hoje a STP-Press. Segundo Aida de Almeida, directora-geral das Pescas, o investimento vai ser concentrado no centro pesqueiro da cidade de Neves, no norte da ilha de São Tomé. A responsável que falava em São Tomé, à margem de uma reunião do Conselho de Ministros que analisava, entre outros assuntos, a viabilidade deste projecto já discutido e aprovado do grupo luso STTSR, que, tudo indica deverá arrancar no próximo mês de Junho deste ano. O projecto vai compreender, nomeadamente o uso de barco de grande porte para captura de atum visando a sua exportação para o mercado asiático. Segundo soube a STP-Press, o projecto garantirá cerca de 125 postos directos de emprego e mais de dois mil postos de emprego indirectos. A reanimação da pesca industrial vem repor um tecido económico de grande dimensão que era assegurado nos anos 80 pelos navios nacionais “30 de Setembro” e “Amador” que foram posteriormente extintos do cenário socioeconómico nacional. MD/LM STP-Press/Fim FONTE STP PRESS

MOCAMBIQUE BARRAGENS MOCAMBICANAS COM AGUA SUFICIENTE PARA OS PROXIMOS DOIS ANOS, CENTRO E SUL COM RESERVAS ACIMA DE 75% E NORTE CHEIAS A 100%. ÓPTIMO MOCAMBIIQUE!

18-05-2022 12:06 Barragens moçambicanas com água suficiente para os próximos dois anos Barragens moçambicanas com água suficiente para os próximos dois anos facebook sharing buttontwitter sharing buttonemail sharing buttonlinkedin sharing buttonwhatsapp sharing button Maputo, 18 mai 2022 (Lusa) – As barragens moçambicanas têm água suficiente para os próximos dois anos, depois de terem encaixado elevados volumes na época chuvosa 2021/2022, que terminou em abril, anunciou a Direção Nacional de Recursos Hídricos (DNRH). O chefe do Departamento das Bacias Hidrográficas na DNRH, Agostinho Vilanculos, citado hoje pelo diário Notícias, afirmou que as barragens do centro e sul do país têm reservas acima de 75% e as do norte estão cheias (100%). Vilankulo assinalou que há reservas suficientes para o fornecimento de água potável às zonas urbanas e irrigação, num país onde metade dos 30 milhões de habitantes tem acesso a água potável. O cenário de barragens cheias contrasta com o que se passou há cerca de dois anos, em que até Maputo, capital moçambicana, enfrentou limitações no fornecimento de água devido à redução das reservas para menos de metade , na sequência da seca que assolou o sul do país. Agora, aquele responsável alerta para a necessidade de uma contínua racionalização de água na cidade de Nampula, no norte, zona mais populosa do país, uma vez que a barragem que alimenta a urbe é pequena e não retém água suficiente. “Nampula é uma barragem pequena, com cerca de quatro milhões de metros cúbicos por ano para satisfazer 700 mil pessoas. Assim, só consegue disponibilizar água para quatro meses”, declarou Agostinho Vilankulo. A cidade, prosseguiu, precisa de 24 milhões de metros cúbicos por ano, um défice que está na origem da crónica falta de água. PMA // PJA Lusa/Fim FONTE LUSA

TIMOR LESTE MARCELO REBELO DE SOUSA PRESIDENTE DA REPUBLICA DE PORTUGAL E SUA IMPORTANTE DELEGACAO JOAO GOMES CRAVINHO MINISTRO DOS NEGOCIOS ESTRANGEIROS E COOPERACAO, VAMOS FAZER AINDA MAIS, PROMETE O ESTADISTA PORTUGUES À SUA CHEGADA A DILI!

19-05-2022 02:15 "Vamos fazer ainda mais", promete Marcelo à chegada a Díli Vamos fazer ainda mais, promete Marcelo à chegada a Díli facebook sharing buttontwitter sharing buttonemail sharing buttonlinkedin sharing buttonwhatsapp sharing button Díli, 19 mai 2022 (Lusa) – O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, prometeu hoje, à chegada a Díli para a sua primeira visita oficial a Timor-Leste, "ainda mais" cooperação bilateral e expressou admiração pelo "grande povo" timorense. "Vamos fazer ainda mais do que aquilo que temos feito", afirmou o Presidente da República perante os jornalistas, no Aeroporto Internacional Presidente Nicolau Lobato, onde foi recebido por José Maria dos Reis, vice-primeiro-ministro de Timor-Leste, e saudado por grupos tradicionais timorenses de regiões como Baucau, Manatuto e Suai. "Há muito, muito a fazer e Portugal vai fazer tudo para que os próximos dez anos sejam ainda mais intensos do que estes últimos", acrescentou, com um pano tradicional timorense – tais – sobre os ombros, em sinal de boas-vindas. Marcelo Rebelo de Sousa está em Timor-Leste especialmente para as cerimónias oficiais dos 20 anos da restauração da independência, na sexta-feira, e de posse do novo Presidente timorense, José Ramos-Horta, hoje à noite, nas quais representará o Estado português e as instituições europeias. O Presidente da República viajou de Lisboa num voo operado pela EuroAtlantic, com paragem no Dubai, deslocação que no total durou mais de 20 horas. O avião aterrou em Díli pelas 07:45 locais, 23:45 de quarta-feira em Lisboa, onde são menos oito horas. Nas suas primeiras declarações em Timor-Leste, onde nunca tinha estado, o chefe de Estado manifestou "grande orgulho e grande reconhecimento ao povo timorense por 20 anos de democracia, de paz, de liberdade" e apontou este jovem país como "um exemplo na região e um exemplo no mundo". "Isso realmente é tão tocante e tão emocionante", considerou Marcelo Rebelo de Sousa. Assinalando a "sucessão pacífica de chefes de Estado", disse: "É um exemplo que Timor-Leste dá a todo o mundo e que, portanto, enche a nossa alma de carinho, de ternura, de reconhecimento, de gratidão e de admiração. É um grande povo". Marcelo Rebelo de Sousa chegou acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho. Em Díli encontra-se também, em representação do parlamento português, a sua vice-presidente Edite Estrela, deputada do PS. O vice-primeiro-ministro timorense declarou que "é um orgulho para o Estado e para o Governo de Timor-Leste receber o Presidente da República neste aniversário de 20 anos da restauração da independência" e expressou a expetativa de que "esta visita possa marcar um novo momento histórico no relacionamento caloroso" entre os dois países. José Reis destacou o apoio que Portugal tem dado a Timor-Leste ao longo dos últimos 20 anos, particularmente no setor da educação, mas também na justiça, defesa e segurança. "Uma relação que deve ser conservada e promovida por futuros Governos", defendeu. O chefe de Estado português também enalteceu os "laços fraternos entre os dois países" e referiu que "Portugal tem feito muito, nos mais variados domínios, da educação à cooperação social, política, diplomática, militar, na segurança", reiterando: "Temos de fazer mais, vamos fazer mais. É isso que aqui venho dizer". Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, pode haver investimento de empresas portuguesas em Timor-Leste em setores como infraestruturas, no turismo, na energia, na transformação digital e na agroindústria. Nesta primeira visita oficial à República Democrática de Timor-Leste, centrada na capital, Díli, o Presidente português tem um programa dividido por três dias, quinta, sexta e sábado, e regressa a Lisboa no domingo. IEL/ASP // JMC Lusa/Fim FONTE LUSA

quarta-feira, 18 de maio de 2022

SAO TOME E PRINCIPE, OPERARIO SAGRA SE CAMPEAO DE FUTEBOL DA ILHA DO PRINCIPE, PARABENS!

“Operário” sagra-se campeão de futebol da ilha do Príncipe  Maio 17, 20226 0 Por Manuel Dênde, jornalista da Agência STP-Press Stº António (São Tomé e Príncipe), 17 Mai. 2022 (STP-Press) – A equipa Sport Operário e Benfica sagrou-se, este fim-de-semana, campeão da série regional de futebol da ilha do Príncipe, ao bater o FC Porto Real pela margem mínima de 1-0. Artur, foi autor do golo da partida e que conferiu a vitória ao “Operário” da ilha do Príncipe. Com este triunfo, “Operário” torna-se assim representante da Região Autónoma do Príncipe para a disputa da finalíssima a duas mãos com o campeão da ilha de São Tomé. Depois da disputa desses dois jogos saber-se-á qual equipa será campeã nacional de São Tomé e Príncipe, época 2021/22. Importa sublinhar que o jogo de primeira mão entre “Operário” e a equipa campeã de São Tomé será realizado no Estádio 13 de Junho, na ilha do Príncipe. MD/LM STP-Press/Fim DFONTE STP PRESS

CAFE TIMOR EXECUTIVO TIMORENSE APROVA PROGRAMA DE ESTIMULO E RENOVACAO DAS PLANTAS DE CAFE, EXCELENTE, FANTASTICO, PARABENS!

17-05-2022 12:41 Executivo timorense aprova programa de estímulo e renovação das plantações de café Executivo timorense aprova programa de estímulo e renovação das plantações de café facebook sharing buttontwitter sharing buttonemail sharing buttonlinkedin sharing buttonwhatsapp sharing button Díli, 17 mai 2022 (Lusa) – O Governo timorense aprovou hoje um novo programa de estímulo à renovação e expansão das áreas de plantação de café, maior produto exportado do país, depois do petróleo e gás natural, e da mão-de-obra. A medida, prevista no Orçamento Geral do Estado (OGE) retificativo, que está à espera da aprovação pelo Presidente da República, reconhece a “importância da agricultura, nomeadamente da cultura de café, para a melhoria das condições de vida dos timorenses e para o desenvolvimento económico do país”. Em comunicado após a reunião do Conselho de Ministros, o executivo sublinha ainda a importância de “apoiar a produção e a promoção de café orgânico e de alta qualidade e de melhorar a produção de café através da reabilitação das plantações de café, o Governo decide estabelecer este programa de apoio”. Neste quadro, o programa direciona-se à renovação das plantações de café, expansão das áreas de plantação de café, aumento da produção anual de café e dos rendimentos dos agricultores. Em concreto, haverá subvenções no valor de 340 dólares (323 euros) por cada hectare de plantação de café renovado ou plantado de novo e de apoio à plantação e tratamento de árvores de proteção ou apoio das plantas de café, em cafezal, no valor de 21 cêntimos por cada árvore plantada. Foi ainda aprovado um segundo programa de apoio à plantação de mangais costeiros, que visa expandir e criar viveiros, alargar as zonas de plantação, combater a erosão da orla costeira e melhorar a posição de Timor-Leste no mercado internacional de carbono. Segundo o executivo, o programa pretende ainda contribuir “para a afirmação de Timor-Leste como um destino turístico, com uma subvenção pública no valor de 50 cêntimos por cada planta criada em viveiro ou plantada”. ASP // VM Lusa/Fim FONTE LUSA

BEIRA CIDADE CAPITAL DA PROVINCIA DE SOFALA, MOCAMBIQUE, UE UNIAO EUROPEIA DISPONIBILIZA 3 MILHOES DE EUROS PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO DA CIDADE MOCAMBICANA DA BEIRA, PARABENS BEIRA, PARABENS SOFALA, PARABENS MOCAMBIQUE PARABENS UE! MUITO OBRIGADO!

UE disponibiliza 3 ME para o desenvolvimento urbano da cidade moçambicana da Beira UE disponibiliza 3 ME para o desenvolvimento urbano da cidade moçambicana da Beira facebook sharing buttontwitter sharing buttonemail sharing buttonlinkedin sharing buttonwhatsapp sharing button Beira, Moçambique,17 mai 2022 (Lusa) - A União Europeia (UE) anunciou hoje um apoio financeiro de mais de três milhões de euros para a promoção de projetos de desenvolvimento urbano na cidade da Beira, centro de Moçambique. “É uma grande satisfação poder ver resultados dos nossos esforços a serem implementados ao nível local e das comunidades e a surtirem resultados visíveis”, disse o embaixador da UE em Moçambique, António Sánchez-Benedito Gaspar. Gaspar falava após o lançamento do programa “Mudar”, uma iniciativa destinada à promoção do desenvolvimento urbano integrado e governação local da cidade da Beira, capital da província de Sofala. O programa pretende melhorar a vida de muitas comunidades do município, acrescentou. O embaixador da UE em Moçambique avançou que o projeto prevê planeamento urbano integrado, participativo e sustentável e iniciativas de criação de emprego, através de parcerias públicas e privadas. O autarca da Beira, Albano Carige, afirmou que o projeto vai concretizar “o sonho de tornar a cidade amiga do ambiente e sem lixo”. “Os munícipes devem ter a consciência de que o lixo por si produzido tem outras utilidades. O mudar que se diz aqui no projeto não é mudar de casa, mas sim transformar problemas em soluções”, enfatizou Carige. JYJE // LFS Lusa/Fim FONTE LUSA

ANA PAULA ZACARIAS EMBAIXADORA PORTUGUESA COMO REPRESENTANTE PERMANENTE PORTUGUESA JUNTO DAS NACOES UNIDAS, PORTUGAL E UM PILAR MUITO IMPORTANTE DA ONU, AFIRMOU ANTONIO GUTERRES, SEU SECRETARIO GERAL. PARABENS EMBAIXADORA, PARABENS PORTUGAL!

17-05-2022 22:11 "Portugal é um pilar muito importante da ONU", diz Guterres a nova embaixadora portuguesa Portugal é um pilar muito importante da ONU, diz Guterres a nova embaixadora portuguesa facebook sharing buttontwitter sharing buttonemail sharing buttonlinkedin sharing buttonwhatsapp sharing button Nações Unidas, 17 mai 2022 (Lusa) - A embaixadora Ana Paula Zacarias apresentou hoje as credenciais de representante permanente portuguesa junto das Nações Unidas ao secretário-geral António Guterres, que sublinhou a importância de Portugal como “pilar da ONU". Numa cerimónia na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, onde a Lusa esteve presente, a diplomata portuguesa ouviu Guterres dizer que está convencido de que as excelentes relações entre Portugal e as Nações Unidas "vão conseguir desenvolver-se ainda mais" com a chegada de Ana Paula Zacarias. "Portugal é um pilar muito importante da ONU", disse o secretário-geral da organização. MYMM/PDF Lusa/Fim FONTE LUSA Ana Paula Zacarias Secretária de Estado dos Assuntos Europeus Período de governação: 2022-03-28 até 2022-03-30Biografia Ana Paula Zacarias nasceu em Lisboa em 1959. Licenciou-se em Antropologia Cultural pela Universidade Nova de Lisboa (UNL), sendo posteriormente assistente na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da UNL. É diplomata do Ministério dos Negócios Estrangeiros desde 1983, com uma longa carreira em Portugal e no exterior. Em Portugal, foi Vice-presidente do Instituto Camões, Consultora para as Relações Internacionais na Presidência da República, Diretora dos Serviços de Informação e Imprensa do MNE, Representante do MNE no Pavilhão de Portugal e das Comunidades Portuguesas durante a Expo 98, Secretária de Embaixada nos Serviços do Protocolo do Estado e na Direção de Serviços da Europa. No estrangeiro, foi Representante Adjunto na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, Embaixadora de Portugal na Estónia, Representante Permanente Adjunto na Delegação de Portugal junto da UNESCO em Paris, Representante de Portugal junto da União Latina, Cônsul de Portugal em Curitiba e Secretária de Embaixada na Embaixada de Portugal em Washington. Desempenhou funções no Serviço Europeu de Ação Externa como Embaixadora da União Europeia para o Brasil, entre 2011 e 2015, e para a Colômbia e Equador, entre 2015 e 2017. Foi Secretária de Estado dos Assuntos Europeus do XXI Governo Constitucional a partir de 14 de julho de 2017, continuando a despenhar a mesma função no atual Governo.